Arraial do Ilha

Veja como foi a festança no fim de semana no Arraial do Ilha

Boi Valente da Ilha, Boi Pirilampo e Boizinho Barrica foram as grandes atrações no palco do arraial mais arretado da cidade.
Adriano Soares / Na Mira17/06/2019 às 09h50
Boizinho Barrica fazendo a festa no Arraial do Ilha, nesse domingo (16). Foto: Adriano Soares / Imirante.com

SÃO LUÍS - O fim de semana foi de muita alegria, ritmos e cores no Arraial do Ilha, o mais arretado da cidade. Quem deu uma passada no Shopping da Ilha na sexta-feira (14), sábado (15) e domingo (16) pode conferir uma programação bem especial no palco, montado na praça de eventos do Shopping da Ilha. O Imirante.com transmitiu tudo ao vivo.

As grandes atrações do fim de semana, a começar da sexta-feira, foram o Boi Valente da Ilha, Boi Pirilampo e Boizinho Barrica, que chamaram a atenção do grande público presente no Arraial do Ilha.

Cultura Maranhense

Na sexta-feira (14), quem abriu a programação do Arraial do Ilha foi a Dança Portuguesa Magia e Sedução de Lisboa. O grupo levou toda a beleza das indumentárias e o ritmo português para o palco do arraial.

Com apenas quatro ano de existência, a Dança Portuguesa magia e Sedução de Lisboa veio da localidade Pindaí, em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís. O grupo é formado por cerca de 30 integrantes e foi a primeira vez que se apresentaram no palco do Arraial do Ilha.

Dança Portuguesa Magia e Sedução de Lisboa. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Quem passou pelo palco do Arraial do Ilha foi, também, a Companhia de Dança os Sublimes, que fez releituras específicas do grupo de vários ritmos da cultura popular maranhense, passando, ainda, pelo break, dance, pop e funk. A companhia é de São José de Ribamar e atua como forma de projeto social para crianças e adolescentes.

Companhia de Dança Os Sublimes. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Boi Valente da Ilha

Com apenas cinco anos de existência, o Boi Valente da Ilha, do bairro Turu, trouxe toda a beleza e bailado do sotaque de orquestra para o palco do Arraial do Ilha. “Eu achei lindo esse grupo de Bumba meu boi. Ainda não conhecia o Valente da Ilha, mas estou adorando”, disse a estudante Flávia Cutrim.

Boi Valente da Ilha, no palco do Arraial do Ilha. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

A festa continuou no sábado

Quem abriu a programação do sábado (15) foi o Cacuriá Mirim Arte Nossa. O grupo é oriundo de um projeto social no Centro Histórico de São Luís e, atualmente, conta com cerca de 80 crianças.

O projeto ocorre na rua da Palma e ensina alfabetização e reforço escolar para as crianças, além de oficina de tambor de crioula.

Tambor de Crioula Mirim Arte Nossa. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Logo em seguida quem subiu ao palco foi a Quadrilha Nova Esperança. O grupo, do bairro São Francisco, existe há 27 anos. Foi fundado por Antônio Carlos Dominice e envereda um trabalho filantrópico na comunidade.

Boi Pirilampo

Com 24 anos de existência, o Boi Pirilampo fechou a noite de sábado no Arraial do Ilha. Formado no bairro da Cohab, em São Luís, o boi levou toda a beleza e tradição do sotaque de orquestra com suas lindas, novas e clássicas toadas.

De acordo com Renato Dionísio, presidente do Boi Pirilampo, o grupo não aborda uma temática específica para a temporada junina.

A beleza e energia do Pirilampo tomou conta do arraial. “Que energia boa. O Boi Pirilampo é um dos mais bonitos e autênticos a meu ver”, afirma Verônica Pinto, dona de casa.

Beleza do Boi Pirilampo. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Domingo também foi dia de festa

A Dança Portuguesa Império de Lisboa abriu a programação desse domingo (16), no Arraial do Ilha. Com toda a luxúria e riqueza de detalhes de suas roupas, o grupo subiu ao palco atraindo vários olhares para sua dança e imponência. “Dança Portuguesa é algo lindo. A gente consegue, de certa forma, imaginar como eram os antigos bailes portugueses”, diz Mauro Nunes, empresário.

Dança Portuguesa Império de Lisboa. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Quem fechou a noite no Arraial do Ilha nesse domingo foi o Boizinho Barrica, que existe há 34 anos, e levou ao palco da festança toda a beleza e simpatia do seu mais novo belo espetáculo. Um grande público aguardou e, posteriormente, acompanhou até o fim a apresentação do Barrica.

Com suas roupas tradicionais, feitas de palha de buriti, o Barrica fez o público cantar e dançar junto com eles. “O Barrica pra mim é algo de mais lindo que existe na cultura maranhense. Essa autenticidade deles e a maneira como dançam e interagem com o público faz toda a diferença”, diz a publicitária Karla Waléria Pereira.

Alegria e simpatia com o Barrica. Foto: Adriano Soares / Imirante.com

Arraial do Ilha

A programação no Arraial do Ilha segue até o dia 23 de junho. Muita coisa boa ainda vai passar pelo palco do arraial mais arretado da cidade, montado na praça de eventos do Shopping da Ilha.

Além de uma programação imperdível, que for participar da festança ainda vai poder se divertir na quermesse, barraquinha de comidas típicas e se desafiar no touro mecânico.

Até esta segunda-feira (17), o Imirante.com transmite tudo ao vivo, a partir das 17h50. Não perca!

Veja a programação desta segunda-feira (17) no Arraial do Ilha:

17/06 | Segunda

16h – Músicas Juninas

17h – Brincadeiras Juninas

18h – Cacuriá e Quadrilha Escola Maria do Socorro Almeida

19h – Dança Portuguesa Encanto de Portugal

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.