Carnaval 2018

Tradições culturais maranhenses são celebradas na Passarela do Samba

Nem a chuva tirou a alegria dos foliões que foram prestigiar o desfile dos blocos organizados.
Na Mira, com informações da Assessoria13/02/2018 às 15h56

SÃO LUÍS - Manifestações culturais e agremiações carnavalescas encantaram o público em mais uma noite de programação da Passarela do Samba. Os brincantes têm sido recepcionados pelo toque dos tambores e o gingado das coreiras com apresentação de Tambores de Crioula.

"A população abraça por mais um ano a programação do Carnaval e continua participando massivamente, como é o caso da Passarela, com bilheteria esgotada todos os dias. Este é o reconhecimento de que estamos no caminho certo e que devemos manter esta tradição. Também é importante destacar que aqui é um espaço de concentração da nossa diversidade, em que as pessoas têm a oportunidade de conhecer e apreciar a riqueza da nossa cultura", disse o secretário Marlon Botão.

Veja os detalhes da folia! (Foto: Paulo Soares/ O Estado)

Nem a chuva tirou a alegria dos foliões que foram prestigiar o desfile dos blocos organizados Unidos do Porto Grande, Canto Quente, Mocidade de Fátima e Turma do Saco. O público também pôde conferir as turmas de samba Ritmistas de São José de Ribamar e Vinagreira do Samba. Abrindo o desfile das escolas de samba da noite, com um grito contra a homofobia e a favor da diversidade de gênero, a Unidos de Fátima trouxe o colorido do arco-íris para o sambódromo.

(Foto: Paulo Soares/ O Estado)

Em seguida, a Túnel do Sacavém cantou "A Festa da cultura popular na terra dos Orixás". Já a Império Serrano, mostrou as lendas de São Luís embalados por "Ana Jansen, história e lendas de um império". Destacando as riquezas da cidade de Balsas, a Flor do Samba já entrou na madrugada desta terça-feira com o samba-enredo "Hoje tem festança e cantoria. É a Flor em Balsas... No centenário da cidade querida". Finalizando a noite de desfiles, a Turma do Quinto transformou a Passarela em uma grande aldeia, inspirada pela toada de Upaon-Açu, de autoria do cantador de Bumba Meu Boi, Humberto de Maracanã, a escola de samba da Madre Deus desfilou sob o tema "Dos versos do Guriatã a Turma do Quinto canta as 27 aldeias de Upaon-Açu".

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.