Cultura

Centro Cultural Vale Maranhão tem programação voltada ao mês da consciência negra

Todas as atividades do espaço são gratuitas e abertas ao público
Na Mira08/11/2017 às 15h30
Centro Cultural Vale Maranhão tem programação voltada ao mês da consciência negraAs atrações e exposições são gratuitas e abertas ao público. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - Em novembro, mês da consciência negra, o Centro Cultural Vale Maranhão apresenta programação com expressões culturais e atividades que possuem forte relação com a cultura afro-brasileira no Maranhão.

A programação é gratuita e contempla todos os públicos. Confira:

Pátio Aberto

O programa Pátio Aberto traz neste mês shows de samba, choro e música afro. As apresentações acontecem sempre aos sábados com artistas e grupos maranhenses.

11 de novembro – O cantor e compositor Heriverto Nunes apresenta o show Olha Pemba! às 18h. No repertório, sambas autorais que têm inspiração na religiosidade afro brasileira, e no hibridismo da cultura popular maranhense.

18 de novembroChoros do Maranhão, show do grupo Cantinho do Choro, apresenta exclusivamente choros de compositores e artistas maranhenses.

25 de novembro – O Bloco Afro Akomabu, primeiro bloco afro do Maranhão, apresenta o show Zumbi está vivo, mostrando a identidade étnica e cultural do povo negro.

Conversa Aberta

No dia 14 de novembro acontece conversa aberta com o tema Maria Firmina hoje: trajetórias de educadoras e intelectuais negras no Maranhão.

O evento integra a programação da Feira do Livro de São Luís 2017 (FeliS), e é uma em parceria com a Fundação Vale, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e o Conselho Municipal das Populações Afrodescendentes (COMAFRO).

Mundinha Araújo (jornalista), Rosane Borges (jornalista), Maria de Lourdes Siqueira (pedagoga), Leda Maria Bezerra (professora) e Diane Sousa (bacharel em Direito) se reúnem no CCVM para falar sobre suas trajetórias enquanto intelectuais e educadoras negras.

A resistência da escritora Maria Firmina dos Reis como romancista, abolicionista e intelectual negra no século XIX, é o ponto de partida para o debate.

A conversa será gratuita e aberta ao público.

Ocupa CCVM

Continua aberta à visitação, a exposição Ocupa CCVM 2017 com trabalhos dos artistas Wilka Sales, Ribaxé, Vicente Martins, João Ewerton e uma instalação com cenários e figurinos das montagens do grupo Coteatro.

As visitas podem ser feitas até o dia 12 de dezembro, de terça a domingo, das 10h às 19h. Grupos podem fazer agendamento prévio pelo e-mail agendamento@ccv-ma.org.br.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.