Exposição

Múltiplas Linguagens, de Fábio Vidotti, continua em exposição na UFMA

Nascido em Belo Horizonte (MG), Vidotti escolheu o Maranhão para viver.
Na Mira, com informações da UFMA26/09/2017 às 08h30
Múltiplas Linguagens, de Fábio Vidotti, continua em exposição na UFMAA exposição ocorre na Galeria Antônio Almeida. (Foto: reprodução)

SÃO LUÍS - A exposição "Múltiplas Linguagens", do artista visual Fábio Vidotti, continua aberta ao público até o dia 6 de outubro deste ano. A coletânea está em cartaz na Galeria Antônio Almeida, sede provisória do Departamento de Assuntos Culturais (Dac/Proexce), na rua Humberto de Campos, 174. Centro, em São Luís (MA). A visitação poderá ser feita de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Participe e agende uma visita monitorada com turmas escolares.

Em ‘Múltiplas Linguagens’, Fábio Vidotti apresenta mais de 40 obras de artes. É uma criativa e diversificada mistura de abstração, cenas urbanas, esculturas e painéis na técnica assemblagem (reciclagem), entre cantos de moldura e reaproveitamento de placas de computador, onde o artista constrói o imaginário de grandes cidades que vai além da ficção da mente humana. As obras do artista estarão disponíveis para negociação. Por meio de uma reserva firmando compromisso na entrega no final da exposição.

Com realização do Dac/Proexce, a mostra tem ainda cinco esculturas em aço, sendo cinco peças da linguagem ‘Guerreiros’, e uma obra inédita intitulada ‘Themis, a Deusa da Justiça’, com 150 cm de altura e 30 quilos de puro aço. A diretora do Dac e coordenadora da exposição, Fernanda Santos Pinheiro, destaca que Vidotti é “um artista visual com ampla experiência em várias vertentes das artes plásticas”. A mostra tem apoio da TV Ufma, Universidade Fm, Fundação Sousândrade e Gráfica Universitária”.

Nascido na cidade de Belo Horizonte (MG), Vidotti escolheu o Maranhão para viver e aqui, graças a sua versatilidade e competência, se firmou como um dos mais expressivos artistas das últimas décadas. “Sou apaixonado pelo que faço. Sou um irrequieto nato. Utilizo várias técnicas para compor as nossas obras de artes”, define o artista, que já realizou 50 individuais, 15 coletivas e conquistou oito premiações em mais de 40 anos de sua produção.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.