Dia Mundial da Voz

Conheça alguns mitos e verdades sobre a voz

Em especial ao "Dia Mundial da Voz", o Na Mira entrevistou o fonoaudiólogo Juarez Moraes.
Na Mira16/04/2017 às 09h51

Neste domingo (16) é o "Dia Mundial da Voz". O objetivo da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia neste dia, é promover a conscientização da população sobre a importância da voz humana para a promoção da saúde, bem como realizar conscientização de sinais e sintomas que favoreçam o diagnóstico precoce de doenças, como o câncer de laringe, que podem comprometer a qualidade de vida e a própria sobrevida dos indivíduos.

A celebração do "Dia Mundial da Voz" é de extrema importância e representa uma oportunidade única de disseminar conhecimento, orientar a população, promover ações de saúde e auxiliar no encaminhamento adequado de problemas potenciais ou reais. Em especial ao "Dia Mundial da Voz", o Na Mira entrevistou o fonoaudiólogo Juarez Moraes para esclarecer alguns mitos e verdades sobre a voz. Veja a entrevista abaixo!

1) Se uma pessoa usa muito a voz diariamente, a rouquidão é uma consequência natural?

Sim e Não. Isso vai depender da forma como essa voz é utilizada. Em termos gerais, se você tem uma demanda de utilização vocal de forma abusiva sem se preocupar com execesso de gritos, ausência de hidratação e inadequações respiratórias com certeza o tempo de "vida útil " dessa voz vai diminuir e isso propiciará o aparecimento de rouquidão como consequência dessa falta de cuidados.

2) ​Quando gravamos a voz, ela parece de outra pessoa?

Sim. Isso é natural. Durante a produção da voz e articulação desse som que é transformado em fala o crânio recebe emissão vibratória e nós escutamos essa voz por uma via auditiva chamada óssea. Ao gravar essa voz e ouvi-la a via de entrada auditiva muda, passando de óssea para aérea
(ouvimos com nosso próprio ouvido), isso deixa perceptível a sensação de ouvir a voz de uma "outra pessoa"

3) É possível produzir diferentes vozes sem agredir as cordas vocais?

Sim. Isso é possível. Todavia, para alcançar essa variação de emissões das diferentes vozes é necessários treinamento e orientação especializada para preparar a prega vocal antes destas ações. Sendo as pregas vocais um par de músculos elas precisam estar muito bem "capacitadas" para que essa "neoprodução" vocal não se torne prejudicial para a qualidade vocal do indivíduo.

4) Algumas doenças afetam a voz?

Sim. Doenças Neurológicas como o Parkinson prejudicam bastante a voz dos indivíduos que são acometidos por esta doença. A voz do parkinsoniano é mais fraca, baixa, com pouca projeção, pouca potência e mais soprosa (quando sair mais ar do que som pela laringe).

5) Até a voz fica cansada?

Sim. Ela fica cansada por quê é produzida durante a aproximação de músculos que ficam inseridos na laringe. Se estes músculosse cansam a voz irá acompanhar mesmo ritmo. Por esta razão faz-se necessário cuidar sempre desta voz para que ela acabe por cumprir seu papel principal que é a transmissão das idéiase pensamentos do indivíduo.

6) Se a pessoa tem o tom de voz alto, é impossível mudar?

Sim. É possível mudar sim. O indivíduo precisará passar por uma modificação no comportamento vocal e isso acabará fazendo com que esse parâmetro da intensidade vocal precise se adequar à nova forma de produzir a voz. Toda essa mudança é direcionada pelo profissional Fonoaudiólogo que adotará com o indivíduo novas estratégias para que esse objetivo seja alcancado com sucesso e satisfação.

7) Maçã e água são benéficas para a voz?

Sim. A água é o principal elemento de lubrificação da laringe. Além de hidratar ela age impedindo que a mucosa da prega vocal (tecido epitelial que recobre as pregas vocais) fique ressecada, uma vez bem lubrificada essa mucosa vibra com mais facilidade e diminui a possibilidade de atrito prejudical durante a produção da voz.
A maior vantagem da maçã é o chamado efeito adstringente: durante a mastigação, a fruta vai "raspando" a superfície da boca e da faringe (uma estrutura que está acima da laringe). Com isso, a saliva grossa não atrapalha o trabalho das pregas vocais, que vibram com mais leveza durante a produção da voz.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.