Femaco

Festival Maranhense de Coros será aberto nesta terça-feira

Dividido em duas etapas, o Femaco será realizado no Teatro Artur Azevedo.
Na Mira 16/10/2012 às 09h04

Consolidado como tradição na música maranhense, o Festival Maranhense de Coros (Femaco) realizará sua 35ª edição nesta terça (16) e quarta (17), às 19h, no Teatro Arthur Azevedo (Rua do Sol, Centro). Este ano, o Femaco será dividido em duas etapas, esta primeira com os corais infanto-juvenis e a segunda com corais adultos, que será realizada em novembro. O Femaco é realizado pela Universidade Federal do Maranhão por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão. Os interessados devem retirar o ingresso na bilheteria do teatro 1h antes do início do espetáculo. Ainda como parte da programação do 35º Femaco, o Coral Som das Águas, do Rio Grande do Norte, fará apresentação especial quinta-feira na Igreja da Sé e na sexta-feira no Auditório Central da UFMA (Bacanga).

Nesta terça (16) e quarta (17), 14 corais infanto-juvenis maranhenses apresentarão seus musicais. Na noite de hoje, o público será agraciado com as respectivas performances dos corais infantis Amor e Vida, Menino Jesus, Canto Curumin (ICE -MA), O Bom Pastor, Upaon Mirim (de Humberto de Campos), Angellu's Vox, Kids Voices in Harmony (ICBEU) e Coral Teatro Arthur Azevedo, finalizando com a apresentação do Coral Infanto Juvenil Batista. O espetáculo terá 1h20 de duração.

Mais recitais de música serão apresentados amanhã, a partir das 19h. A noite iniciará com a performance do grupo Herdeiros do Futuro e terá prosseguimento com os corais Upaon-Açu, Viva Vida São Luís, Coral de Crianças e Jovens da Igreja Luterana, Dom Bosco e Coral Universidade Infantil Rivanda Berenice.

Maria do Carmo Nunes, da comissão organizadora do evento, ressalta a importância do Femaco no cenário musical maranhense. "O Femaco é um ponto de encontro entre os corais maranhenses. Existiram outras iniciativas nesse sentido, mas nenhuma tão antiga ou consolidada quanto o Femaco", conta.

A atividade do canto coral melhora as interpretações dos cantores e contribui para a qualidade de vida dos participantes, segundo Nunes. "O gênero canto coral é uma prática integrada que trabalha a afinação, audição e harmonia, melhorando a interpretação dos cantores, mesmo isoladamente. Participaram de corais nomes como Inácio Pinheiro e Claudio Pinheiro, entre outros", explica ela. Uma das razões pelas quais a atividade não é tão comum são os espaços necessários para sua realização, que devem ter a acústica adequada, um fator que encarece a apresentação.

De acordo com a organizadora, os grupos adultos não foram incluídos nessa primeira fase por conta da falta de recursos, que devem ser liberados somente em novembro. Os corais adultos interessados em participar da segunda fase do 35º Femaco, que acontece em novembro, devem solicitar a ficha de inscrição pelo e-mail dac.maml@ufma.br até o dia 30 de outubro.

Som das Águas - O Coral Som das Águas, da Companhia de Água e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), apresentará um recital de música na quinta-feira, às 19h, na Igreja da Sé (Centro), e na sexta-feira, às 10h, no Auditório Central da Cidade Universitária da UFMA. A apresentação do Coral Som das Águas é uma participação especial na programação do 35º Femaco. "É sempre uma honra receber todos os corais maranhenses e de outros estados para abrilhantar o nosso Femaco, que completa 35 anos de realização este ano", complementou o diretor do Departamento de Assuntos Culturais, Alberto Dantas Filho.

Serviço

• O quê

35º Festival Maranhense de Coros

• Quando

De hoje a sexta-feira

• Onde

Teatro Arthur Azevedo (Rua do Sol, Centro), Igreja da Sé e Auditório Central da UFMA

Obs.: Entrada liberada com retirada de ingresso

1h antes do espetáculo

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.