Justiça

Alec Baldwin e responsável por arma serão julgados pela morte em set de Rust

Além da diretora de fotografia Halyna Hutchins , o diretor do filme Rust, Joel Souza, também foi atingido pelo disparo, mas sobreviveu.

Na Mira

- Atualizada em 19/01/2023 às 19h29
Segundo a promotora, o ator tinha o dever de garantir que a arma e as balas fossem devidamente verificadas.
Segundo a promotora, o ator tinha o dever de garantir que a arma e as balas fossem devidamente verificadas. (Foto: divulgação)

EUA - O ator Alec Baldwin e Hannah Gutierrez Reed, responsável pelas armas no set do filme "Rust", serão julgados pela morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins no set de filmagem do filme Rust, em 2021.  A promotoria do Estado do Novo México anunciou nesta quinta-feira (19)que o ator e a armeira da sua equipe devem responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Segundo a promotoria, há evidências de acusações criminais no caso onde Baldwin atirou fatalmente na diretora de fotografia Halyna Hutchins durante um ensaio para o filme de faroeste. "Depois de uma análise completa das evidências e das leis do estado do Novo México, determinei que há evidências suficientes para apresentar acusações criminais contra Alec Baldwin e outros membros da equipe de filmagem de 'Rust'", relatou a promotora judicial Mary Carmack-Altwies.

A promotoria também alegou que Baldwin deveria ser o responsável por constatar que a arma e as balas fossem devidamente verificadas. "Você não deve apontar uma arma para alguém que não está disposto a atirar. Isso vai para os padrões básicos de segurança.", disse Mary Carmack-Altwies.

Apesar da acusação, o ator negou a responsabilidade pela morte da diretora de fotografia e afirmou que foi informado que a arma havia sido verificada antes de ser usada na cena. Anteriormente, o assistente de direção do filme Dave Halls concordou em se declarar culpado de uso negligente de uma arma letal. Ele foi o reponsável por entregar a arma usada por Alec Baldwin na cena que resultou na morte de Halyna.

No ano passado, a produção responsável pelo longa-metragem foi condenada a pagar uma multa de US$139,8 mil (R$641,3 mil) à família da diretora de fotografia. Após um período de análise,  A OSHA (Escritório de Saúde e Segurança Ocupacional) concluiu que a equipe que trabalhou no filme cometeu graves erros de segurança.

Além de Halyna Hutchins , o diretor do filme Rust, Joel Souza, também foi atingido pelo disparo, mas sobreviveu.

 

 

 

 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.