Dicas

Sem chá: confira os riscos dos chás para bebês

Muitas pessoas desconhecem os problemas de saúde que os chás podem causar nos bebês.

PUBLIPOST

Veja as dicas do pediatra do Sistema Hapvida, Guilherme Steinmetz.
Veja as dicas do pediatra do Sistema Hapvida, Guilherme Steinmetz. (reprodução)

Quem é mamãe sabe o quanto é difícil e dolorosa a fase das cólicas em bebês, não é mesmo? Para isso, o pediatra do Sistema Hapvida, Guilherme Steinmetz explica que esse período pode se estender até os 3 meses. “A cólica é causada pela adaptação com a amamentação”, pontuou o especialista. 

Nesses momentos, as mães acabam aceitando de tudo para que esse desconforto no bebê passe logo, inclusive os conselhos vindos dos mais velhos de se oferecer cházinho. O que muitas pessoas não sabem é que um chá, até então, inofensivo, pode causar problemas de saúde no bebê. 

“Aprendemos que não vai colaborar com a melhor saúde para o bebê. Existem  muitos chás diferentes que em sua composição podem ter componentes que  acabam fazendo mal para o bebê, e além disso, o fato de dar o chá interrompe o aleitamento materno exclusivo e isso por si só já faz mal para o bebê”, informou o pediatra. 

Os problemas de saúde podem se manifestar, justamente por que a criança que tem menos de 3 meses, ainda não tem o sistema gastrointestinal desenvolvido adequadamente para fazer a digestão de outros alimentos que não seja o leite materno.

Então, lembre-se: chá, água, suco ou algum outro tipo de leite, qualquer tipo de alimento só deve ser oferecido ao bebê a partir dos 6 meses. Então o chá entra nessa categoria. 

Como melhorar as cólicas?

Existem algumas formas eficientes de diminuir ou até eliminar as cólicas em bebês, sem a necessidade de chás ou medicamentos. “A mãe do bebê pode ter uma alimentação balanceada, sem gorduras ou condimentos, que seja o mais saudável possível e isso já ajuda bastante o bebê a não ter cólicas. Além de poder usar massagens na barriga do bebê ou banhos mornos”, completou o especialista. 
 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.