Dia do Azar

Sexta-Feira 13: Conheça os objetos que você precisa se livrar imediatamente

Mística e espiritualista dá dicas sobre objetos que atraem más vibrações e que devem ser retirados do ambiente.

Julia Vitorazzo / Assessoria de Imprensa

- Atualizada em 13/05/2022 às 12h05
Se você acredita em superstição ou só não quer correr o risco de ter energias negativas na sua casa, evite esses objetos.
Se você acredita em superstição ou só não quer correr o risco de ter energias negativas na sua casa, evite esses objetos. (Foto: Divulgação.)

SÃO LUÍS - A sexta-feira (13) é um dia de superstições para aqueles que acreditam que a data é sinônimo de mau gosto. Diz a lenda que a data pode trazer uma certa má sorte aqueles que não se cuidam. Quando se trata de má sorte, existem poucas superstições tão difundidas na cultura ocidental quanto a de sexta-feira 13. Como cruzar com um gato preto e quebrar um espelho.

Superstições fazem parte do dia a dia: mesmo se você nunca teve nenhuma, conhece alguém que tem. E são tão estranhas que não dá para não se perguntar: quem foi o “louco” que inventou cada uma?  “Por isso, algumas pessoas não passam por debaixo de uma escada, outras, ficam ressabiadas quando um gato preto cruza seu caminho. E embora sejam práticas consideradas supersticiosas, que alguns abominam, mas muitos respeitam. Um ditado espanhol traduz bem a situação – Não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem! ”, brinca Kelida Marques.

Ainda de acordo com a mística, “nossa casa é considerada o refúgio da alma e por isso é sempre bom cuidar das energias e vibrações que habitam nela, independente da data. Muitas pessoas optam por administrar essas energias com amuletos de proteção e patuás, mas ignoram a presença de objetos que atraem vibrações ruins. Mesmo que você não acredite, as energias circulam pelos ambientes através de coisas e pessoas e alguns objetos podem tanto permitir que boas energias adentrem ao nosso lar como facilitar a entrada das más energias”.

Por conta disso, há objetos que são responsáveis pela falta de prosperidade, bloqueiam as energias positivas da sua casa e não podem mais permanecer no ambiente. Dessa forma, Kélida traz um compilado de objetos para evitar em sua casa e se livre de todos eles. 

Louças quebradas: Louças quebradas ou trincadas como xícaras, copos, pratos são os tipos de objeto que não se deve ter em casa, pois esses elementos originalmente servem para nos alimentar e por isso, se não estiverem bem conservados podem trazer más energias. “Mesmo que a louça esteja com um pequeno trinco é importante tirá-la de casa. Além disso, panelas enferrujadas ou amassadas também devem ser descartadas, pois esses utensílios podem contribuir com a falta de alimento e prosperidade; afinal, é através desses utensílios que confraternizamos momentos de alegria com os amigos e familiares”, explica a mística.

Espelhos: Espelhos quebrados, trincados ou sujos também são objetos que ninguém deve ter em casa, pois são considerados grandes portais. E é através dele que tanto os espíritos negativos quanto os positivos podem entrar no ambiente. Uma vez que essa energia seja negativa, ela pode ocasionar em brigas, discussões, problemas de saúde e no relacionamento.

Objetos velhos: Às vezes as pessoas costumam guardar no lar objetos que não têm mais uso, como por exemplo, um videocassete quebrado, ferramentas ou coisas velhas e enferrujados. Segundo a mística, isso é muito perigoso. Além disso, roupas que não servem mais, furadas, rasgadas ou até faltando um botão são elementos que também não se pode ter. Kélida indica doar essas roupas ou consertá-las, mas é importante não manter esses objetos desgastados por muito tempo.

Vassoura velha: Outro objeto que não se deve ter em casa são vassouras muito desgastadas. As vassouras servem para varrer a sujeira e automaticamente levam toda a negatividade para fora. Ao manter esse objetivo por muito tempo, a pessoa está arquivando aquelas energias na casa. Uma vassoura velha e desgastada só vai contribuir para que as boas energias não entrem e que haja ainda mais energias ruins rondando o lar.

Por isso, se você acredita em superstição ou só não quer correr o risco de ter energias negativas na sua casa, evite esses objetos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.