Programação

Exposição coletiva "Olhar Divino" será aberta nesta quinta (5) em São Luís

A mostra reúne imagens de cinco fotógrafos sobre a tradicional Festa do Divino Espírito Santo.

Na Mira, com informações da assessoria

A exposição será realizada no no Museu da Imagem e do Som do Maranhão, no Forte Santo Antônio.
A exposição será realizada no no Museu da Imagem e do Som do Maranhão, no Forte Santo Antônio. (Stella Gonçalves)

MARANHÃO - Uma exposição sobre a Festa do Divino Espírito Santo vai revelar, por meio da lente de cinco fotógrafos, expressivos registros de uma celebração secular, plena de significado, de religiosidade, devoção e culto. 

A exposição “Olhar Divino” fica em cartaz a partir desta quinta-feira (5) e poderá ser vista até o dia 5 de junho, no Museu da Imagem e do Som do Maranhão, no Forte Santo Antônio (Avenida Dr. Jackson Kepler Lago, Ponta D’Areia), de terça-feira a sábado, das 10h às 18h. 

A mostra coletiva reúne os múltiplos olhares dos fotógrafos Charlles Eduardo, David Sousa, Éden Júnior, Marcellus Ribeiro, Zeqroz Neto e da fotógrafa Carolina Santos. Cada profissional exibirá 10 fotografias com sua peculiaridade sobre a festa. Segundo o curador da exposição e idealizador da ação, Cláudio Pinheiro, não houve uma temática a ser seguida sobre o Divino, mas sim, o propósito de reunir o olhar de cada um.

Projeto “O Divino no Forte”

A mostra é uma das vertentes do projeto chamado “O Divino no Forte”, que tem, ainda, a ação “Divinos Toques, onde serão feitas abordagens rápidas e curtas sobre a festa, que serão disponibilizados nas redes sociais oficiais do Museu.

“Reuni-los, coletivamente, acaba por realizar um dos princípios da festividade, que é sempre o da coletividade. Denominamos a ação complementar ‘Divinos Toques’ às abordagens expressas por meio de depoimentos de pessoas ligadas à celebração, de estudiosos, de pesquisadores e de pessoas da comunidade, onde as festas se realizam”, disse Cláudio Pinheiro. 

Ainda na programação, no dia 13 de maio será exibido um documentário com o historiador e pesquisador Sebastião Cardoso falando sobre a festa do Divino Espírito Santo. A intenção, com essa mostra coletiva é ampliar o raio de ação do Museu da Imagem e do Som do Maranhão.

“Temos o objetivo também de criar um fundo de conteúdos para o Museu. Esse núcleo de pesquisa propõe disponibilizar esses conteúdos ao público tanto presencialmente, no caso da exposição, quanto de forma virtual, com material nas mídias sociais. Pelo carnaval fizemos a mostra ‘Carnaval de Todos os Tempos’, uma memória do carnaval maranhense”, destacou Pinheiro. 

O fim da exposição, não por acaso, culmina com o fim das festividades do Divino Espírito Santo, uma festa rica em significados e religiosidade. “Pretende-se, por meio desse projeto, executar a missão e a visão do Museu da Imagem e do Som do Maranhão de preservar e difundir a cultura em seus mais variados aspectos”, finalizou Pinheiro. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.