Lançamento

Grupo Cena Aberta lança livro sobre história do Mestre Pazzini

O evento terá shows de Emanuele Pazz e Fê Marques.

Na Mira / ASCOM

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h05
O livro expõe os arquivos do acervo do Mestre Pazzini, e processos criativos para o teatro maranhense.
O livro expõe os arquivos do acervo do Mestre Pazzini, e processos criativos para o teatro maranhense. (Foto: Reprodução / ASCOM Grupo Cena Aberta)

SÃO LUÍS - Grupo Cena Aberta lança obra inédita chamada "Cena Aberta em Rastros", sobre a história e acervo do Mestre Pazzini. O livro será laçado nesta quarta-feira (16), às 18h, no Solar Maria Firmina dos Reis. Os exemplares da obra estarão à venda no local.

A obra reúne textos dos integrantes do Grupo Cena Aberta, e convida o público a desbravar o íntimo, as memórias vividas e compartilhadas com o mestre Luiz Pazzini, falando de amor, saudade e teatro no Maranhão. O livro tem como objetivo que tem por objetivo expor os arquivos do acervo do Mestre Pazzini, e processos criativos com reflexões para pensar e repensar o teatro maranhense. O evento contará ainda com pocket show de Emanuele Pazz e discotecagem com Fê Marques.

"Esse é um livro com texturas visuais, fotografias e ensaios repletos de afeto e memórias que reunimos a partir de um estudo de todo o acervo que Pazzini construiu ao longo de mais de 20 anos de trabalho. Para nós que fomos diretamente influenciados pelo seu trabalho, pela sua forma de interpretar as artes dramáticas, a obra carrega um carinho especial, mas para o público em geral esperamos oferecer um trabalho historiográfico que remonta grande parte da história do teatro maranhense", conta a organizadora, Necylia.

Sobre o Cena Aberta

O Grupo Cena Aberta foi fundado em 2001 e coordenado pelo Prof. h. c. Me Luiz Pazzini constituindo-se por artistas e pesquisadores das artes cênicas, em São Luís - Maranhão. O Cena Aberta tem por objetivo pesquisar a linguagem teatral pautada na relação entre ator/atriz, pesquisador(a) e educador(a), e que se desenvolve por meio de experimentos cênicos e intervenções, que se caracterizam em um work in process da encenação, como processo em construção.

Vastamente homenageado e considerado por teóricos do teatro como o responsável por inserir a cena contemporânea no estado do Maranhão, o Cena Aberta completa 21 anos em 2022. Em sua atual formação, é integrado pelos artistas pesquisadores: Larissa Ferreira, Ligia da Cruz, Necylia Monteiro, Tiago Andrade, Victor Silper e Luiz Pazzini (in memorian).

Luiz Pazzini (1953-2020) faleceu no dia 29 de abril, aos 66 anos, vítima de complicações respiratórias causadas pela Covid-19. Paulista, o professor era uma das principais referências do teatro e da cultura do Maranhão e morava no estado havia mais de 25 anos e foi responsável pela formação de inúmeros artistas docentes por meio de suas atividades de ensino, pesquisa e extensão junto à universidade.

Hoje, o Grupo Cena Aberta engaja seus fazeres em produções artísticas que coloquem em evidência a sua trajetória, seus saberes e experiências conquistadas durante esses anos, bem como a perpetuação da memória de seu mestre, como é o exemplo dos projetos: Ocupa Cena, Café com Memórias, Exposição Luiz Pazzini e o seu mais novo editorial Cena Aberta em Rastros.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.