Em Imperatriz

Concurso elege Rainha e Marchinha do Carnaval

A estudante Jhulle Queiroz foi eleita pelos jurados, como Rainha do Carnaval 2018.
Imirante.com, com informações de assessoria22/01/2018 às 12h11
Concurso elege Rainha e Marchinha do Carnaval Foto: Divulgação.

IMPERATRIZ - Emoção, alegria e irreverência marcaram o Festival de Marchinhas Carnavalescas e o Concurso Rainha do Carnaval 2018, EM Imperatriz. A estudante Jhulle Queiroz, 21 anos, do Bloco Os Papelotes, foi a escolhida e a composição “Lavanderia”, do intérprete Zeca Tocantins, venceu os concorrentes.


No sábado (20), foi realizada a fase eliminatória, em que os jurados escolheram seis candidatas, das onze, para disputarem o título no domingo, 21. Em 30 segundos, elas se apresentaram e foram avaliados quesitos de simpatia, charme, beleza de rosto, harmonia e domínio de samba no pé. A vencedora recebeu prêmio de R$ 2 mil, título e faixa de Rainha do Carnaval. “É uma honra representar Imperatriz, estou realizando um sonho de minha vida e agradeço a Deus por esta oportunidade”, afirmou Jhulle.

O Festival de Marchinhas também foi realizado em dois dias. Em cumprimento à regra do edital, a coordenação priorizou a seleção das 12 marchinhas que atenderam aos requisitos e se apresentaram no sábado, sendo aprovadas seis para o dia seguinte. Critérios avaliaram melodia e letra. Os concorrentes mostraram a criatividade e irreverência para conquistar os jurados e público.

“Lavanderia”, do compositor e intérprete Zeca Tocantins, fez uma referência à corrupção e Operação Lava-Jato. “Com a participação de grandes artistas,quem ganha é a cidade. Eu queria muito fazer uma homenagem a meu parceiro Neném Bragança e ele me ajudou muito, fui um dos criadores deste festival, esse troféu é nosso" - avaliou o campeão das marchinhas.

Os prêmios foram entregues no valor de R$ 3 mil para o primeiro colocado; R$ 2 mil, para o vice, “Traz o caneco”, de Leal Júnior; e R$ 1 mil para o terceiro lugar, “Bloco da Felicidade”, de Tuca Maia. A composição "Bode de raça", de Daniel Carioca, recebeu prêmio pela aclamação popular, de R$ 500. O presidente da Fundação Cultural, José Carneiro Santos Buzuca elogiou a organização dos concursos e a participação do público. “Foram dois dias muito positivos e estamos satisfeitos com o resultado”, avaliou.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.