Espetáculo

"Palco Giratório" apresenta espetáculo Louça Cinderella

O Sesc promove a circulação da Cia. Gente Falante, do Rio Grande do Sul, no Maranhão de 25 a 28 de setembro.
Divulgação/Assessoria24/09/2014 às 18h06

IMPERATRIZ - O Projeto Palco Giratório imprime uma atmosfera poética a Imperatriz e Açailândia nos dias 26 e 27, respectivamente, com o espetáculo “Louça Cinderella” da Cia. Gente Falante, do Rio Grande do Sul.

Em uma adaptação da conhecida estória da Gata Borralheira, escrita no século XIX pelos Irmãos Grimm e Charles Perraut, o teatro com objetos promete envolver o público com uma apresentação interativa e reflexiva.

O espetáculo intimista, produzido para o máximo de 50 pessoas e realizado em duas sessões em cada cidade, oferece momentos de pura delicadeza. Paulo Martins, ator-manipulador, começa a apresentação com as palavras “Ninguém está só para sempre. Valorize os momentos de encontro”. Usando uma pequena mesa como palco, ele convida a todos a entrar na fantasia do faz-de-conta ativando a memória e a ludicidade de adultos e crianças. Xícaras, bules, louças e outras porcelanas vão servindo de personagens na contação da história. Ao final, todos são servidos com chá de pêssego e deliciosos biscoitos.

“Louça Cinderella”, com três prêmios no currículo, vai além de ser um simples conto de fadas. O texto fala de encontros entre pessoas, diferenças sociais, a importância de valorizar o conteúdo das pessoas além das aparências, das pequenas delicadezas afetivas, sintetizado na metáfora do hábito cordial britânico de oferecer o Chá das Cinco.

Paulo explica que a ideia para o espetáculo veio a partir das memórias de sua avó, uma mulher inglesa que casou com um negro africano para sair de casa. “Eles foram morar na Bahia eespe por muito tempo minha avó não conseguiu demonstrar afeto aos familiares. Transformar o chá das cinco em hábito cotidiano e generoso foi a maneira que ela encontrou de se aproximar”, explicou.

A mensagem do espetáculo “Louça Cinderella” é a reflexão sobre as coisas cotidianas e um exercício em ver outras coisas através dos objetos, tocando na intimidade de cada espectador a partir de metáforas que fazem pensar, educar e sensibilizar. Um tipo de espetáculo que exige calmaria em tempos de pressa e racionalidade.

Há 22 anos, a Cia. Gente Falante pratica o teatro de objetos no Brasil. O gênero já possui tradição na Europa, tendo iniciado em meados da década de 1980, na França, a partir de trabalhos desenvolvidos pela artista Katy Deville. Ele não apresenta uma teoria definida, mas diversas visões cenográficas e teatrais.

Oficina

A Cia. Gente Falante ministra a oficina “Construção da Forma e do Movimento” nos dias 25 de setembro, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, na Ufma em Imperatriz, e 28 de setembro, no mesmo horário, no Salão Cultural do Centro de Defesa de Açailândia. As vagas são limitadas e destinadas a estudantes e profissionais da área e também para pessoas da comunidade interessadas em aprender e vivenciar essa arte. As Inscrições acontecem no local de realização do curso um pouco antes do início da atividade.

Durante a Oficina, os participantes aprendem a preparar o corpo para a manipulação de objetos, estudam o movimento e a história do teatro de formas animadas, além da sonoridade, narrativa e função dos objetos.

Palco Giratório

O Palco Giratório integra a Rede Sesc de intercâmbio de Difusão das Artes Cênicas e possui entre os seus objetivos promover a circulação de espetáculos, realizando trocas metodológicas de trabalho entre os grupos cênicos visitantes e locais, promovendo oficinas para profissionais iniciantes, intercâmbio com espectadores após os espetáculos e palestras de integração multidisciplinares com as programações locais.

Programação

Espetáculo “Louça Cinderella", Cia. Gente Falante - Teatro de Bonecos/RS

Imperatriz - Dia 26, no Teatro Ferreira Gullar, em duas sessões (18h e 19h)

Açailândia - Dia: 27, no Salão Cultural do Centro de Defesa, em duas sessões (18h e 19h)

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.