"é uma forma de censura"

Wagner Moura critica Governo Federal por dificultar lançamento de filme ''Mariguella''

Diretor afirmou que a nova direção da Ancine (Agência Nacional de Cinema) tenta atrapalhar o desenvolvimento da produção.
Na Mira 02/11/2021 às 16h45
Wagner Moura critica Governo Federal por dificultar lançamento de filme ''Mariguella''Foto: Divulgação / O2 Filmes

BRASIL – O ator e diretor de cinema Wagner Moura criticou o presidente Jir Bolsonaro (sem partido), afirmando o filme ‘Mariguella’ sofreu censura do Governo Federal para não chegar aos cinemas. A trama era pra ter sido lançada em 2021.

Leia também:

Encontro de fãs de filmes de terror é realizado neste fim de semana em São Luís

O diretor de cinema fez duras críticas ao presidente e afirmou que a nova direção da Ancine (Agência Nacional de Cinema) tenta atrapalhar o desenvolvimento da produção.

"Não tenho a menor dúvida de que o filme foi censurado. Era uma época na qual (Jair) Bolsonaro falava em filtrar e regular a Ancine. O Crivella [ex-prefeito do Rio de Janeiro] cancelou HQs de dois personagens homens beijando na boca, os filhos do presidente comemoram", disse o cineasta.

Em seguida o diretor do longa pontuou. "Durante 18 anos, a Ancine lutava ao lado dos produtores. Há dois, ela foi desmontada, e isso já é uma forma de censura. Tiraram a antiga diretoria e colocaram outra que não ajuda. Não foi possível resolver alguns problemas corriqueiros de produção por censura. Teve censura, sim. A todos os filmes brasileiros, não apenas contra Marighella”, explicou.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.