Agências reguladoras

China censura e não comemora prêmio de Chloe Zhao no Oscar

Diretora também foi alvo de críticas de nacionalistas do país.
Na Mira26/04/2021 às 18h47
China censura e não comemora prêmio de Chloe Zhao no OscarAlém do Oscar, Zhao já recebeu prêmios do Sindicato de Diretores da América, do Globo de Ouro e do Bafta. (Foto: divulgação)

EUA - A diretora Chloé Zhao entrou para a história ao receber o Oscar de melhor direção na noite desse domingo (25) e se tornar a primeira asiática e a segunda mulher a ganhar o prêmio na categoria, mas a China, país onde Chloé nasceu e viveu por 14 anos, censurou o momento histórico e não permitiu a transmissão do prêmio em nenhuma emissora chinesa.

Zhao nasceu na China e morou em Pequim até os 14 anos, mas depois foi para um internato na Inglaterra e depois seguiu para a cidade norte-americana de Los Angeles. Ela conquistou um dos principais prêmios do Oscar 2021 por meio do longa-metragem “Nomadland”, filme que conta a história de moradores de vans que vivem em crise financeira. A produção ainda conquistou os troféus de melhor filme e melhor atriz para Frances McDormand.

Além de ter as imagens do recebimento do prêmio censurado na televisão chinesa, Chloé Zhao também foi alvo de críticas de nacionalistas do país, que acusaram a diretora de difamar a China e chegaram a pedir boicote ao filme. O bloqueio da transmissão do Oscar foi feito pelas agências reguladoras de mídia chinesas.

Apesar da polêmica envolvendo o seu país de origem, Zhao comentou sobre boas lembranças de sua infância na China. Ela também comentou sobre o fato de escalar pessoas que não são atores em suas produções.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.