Rio de Janeiro

Escolas de Samba anunciam que só desfilarão se houver vacina de Covid-19

Os grupos se apresentarão durante o Carnaval 2021 somente se seus integrantes estiverem vacinados.
Imirante.com14/07/2020 às 17h25
Escolas de Samba anunciam que só desfilarão se houver vacina de Covid-19Carnaval do Rio pode ficar só para 2022. (Foto: divulgação)

RIO DE JANEIRO - O Carnaval de 2021 do Rio de Janeiro pode ser adiado por causa da pandemia do novo coronavírus. De acordo com os dirigentes de algumas das maiores escolas de samba da cidade como Mangueira, Imperatriz Leopoldinense, Vila Isabel, Beija-Flor e São Clemente, o evento não contará com seus integrantes caso não haja uma vacina contra a Covid-19 até a época em que é realizado o desfile.

De acordo com a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa), uma votação será feita para adiar o evento para maio de 2021. “Sem vacina, é inviável realizar o carnaval em qualquer data, seja em fevereiro ou junho. Hoje, as decisões judiciais têm muita força. Há o risco de fazermos investimentos altos e, lá na frente, o contágio voltar a subir e a Justiça determinar a suspensão. explicou Fernando Fernandes, presidente da Vila Isabel.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.