Após ataque de racismo

Cena gravada em quartel do RJ não será cortada de filme

Cacau Protázio falou sobre os ataques sofridos durante as gravações do filme Juntos e Enrolados.
Na Mira 02/12/2019 às 11h46
Cena gravada em quartel do RJ não será cortada de filmeA cena foi filmada em um quartel de bombeiros do Rio de Janeiro. (Foto: reprodução)

BRASIL - A atriz brasileira Cacau Protázio está trabalhando em um novo projeto, com o filme Juntos e Enrolados, que está em fase de gravação das cenas. Nas gravações da semana passada, uma das cenas protagonizadas por Cacau implicou em um ataque de racismo sofrido por ela em grupo de conversas no WhatsApp.

A cena foi filmada em um quartel de bombeiros do Rio de Janeiro e possui em seu contexto a história de um homem que é apaixonado pela personagem que Cacau irá interpretar.

Após as filmagens foi descoberto um áudio onde uma pessoa ligada ao Quartel-Central do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro caracteriza como "vegonhoso" o fato da atriz estar trabalhando nas filmagens com uma farda de bombeiro. Ainda no áudio, Cacau Protázio é xingada e chamada de "gorda" e "preta".

"Eu não mereço ser xingada. Eu mereço respeito, não só eu como qualquer ser humano. Cheguei lá e fui super bem recebida pelos bombeiros. Foi por um grupo de WhatsApp dos Bombeiros [que começou a polêmica]. E é muito doloroso ouvir", relatou a atriz durante uma entrevista no programa Fantático.

Apesar do episódio de racismo, a atriz afirma que a cena será mantida no filme. Após o acontecimento, Protázio realizou um boletim de ocorrência em uma delegacia.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.