Comemoração

Aplicativos de pegação para cada letra de "LGBT"

Nesta sexta-feira (28) é comemorado o Dia Internacional do Orgulho LGBT.
Na Mira28/06/2019 às 14h30
O Dia Internacional do Orgulho LGBT tem como objetivo dar visibilidade e conscientizar a população sobre a importância do combate à discriminação.

BRASIL - Há 50 anos atrás, a polícia nova iorquina agrediu, humilhou e deteve frequentadores do bar Stonewall, que servia de ponto de encontro para gays, lésbicas, bis e trans. Em 1969, era lá que as pessoas da comunidade se encontravam para relaxar, tomar uns drinks e, claro, flertar.

Leia também: Países que permitem união homoafetiva mais que triplicaram em 10 anos

Polícia invade o bar Stonewall Inn em 1969.

Na época, não era crime ser homossexual ou trans, mas vender bebida alcoólica para a comunidade era considerado indecente e passível de multa. Na noite de 28 de junho de 1969, o bar foi invadido por uma equipe policial, resultando na prisão dos proprietários, funcionários, drag queens e travestis, identificadas pelos oficiais como gays.

Manifestação por direitos LGBT nos EUA.

As vítimas não aceitaram a forma como foram tratados. Foram seis dias de protestos e confrontos com a polícia, numa luta que se tornou menos sobre um bar e mais sobre o direito de ser LGBT. Alguns direitos novos foram adquiridos e, definitivamente, para encontrem uma cara metade não há mais necessidade ir a bares.

Nesta sexta-feira (28) é comemorado o Dia Internacional do Orgulho LGBT. Esta data tem como objetivo dar visibilidade e conscientizar a população sobre a importância do combate à discriminação, no caso a Lgbtfobia, para a construção de uma sociedade livre de preconceitos e igualitária.

O Na Mira fez uma lista de alguns dos apps focados em cada um dos grupos da sigla LGBT. Porque, claro, todos podem usar o Tinder, mas é sempre bom ter um espacinho para você na sociedade on ou offline.

L - Lésbicas

Her, Femme, Sicssr e Badoo.

O Her possui possui um feed integrado (como do Facebook) facilitando você conhecer um pouco melhor a moça do outro lado do app. O Femme, parte do Match Group (dono do Tinder), possui um sistema de atendimento 24 horas por dia, o que é excelente para a segurança das usuárias. Também existe o Sicssr, que se destaca por uma interface que foca na geolocalização, e mostra mais de uma potencial par por vez. O Badoo, apesar de não ser um app focado em mulheres que pegam mulheres, possui uma parte significativa de seu público composta por lésbicas e bis.

G - Gays

Grindr, Hornet, Growlr e Taimi.

Grindr e o Hornet são feitos para homens gays e bis, os apps possuem comunidades gigantescas – o que ajuda na hora de encontrar mais opções (e, consequentemente, mais encontros). Um destaque é que ambos não dependem de matchs, uma lista de homens próximos aparecem na sua tela, aí basta chamá-los para o chat. O Growlr é focado em ursos (homens grandes e peludos). O Taimi seleciona perfis para você dar uma olhada a partir de interesses em comum. Ele também permite a criação de grupos e videochamadas.

B - Bissexuais

Purpled e Bicupid.

O Bicupid é focado em dar uma atenção especifica para a sexualidade B da sigla. O Purpled é baseado no esquema de deslizar para esquerda ou direita, como o Tinder.

T – Transgênero

Transdr, Trans e Teadate.

Os maiores apps dedicados a pessoas transgênero são os Transdr. Ambos seguindo a lógica de Tinder, onde você procura matchs já focados em pessoas trans. O Trans e o Teadate têm o intuito de fazer você encontrar alguém legal para passar a noite, o dia, ou quem sabe algum tempo.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.