Polêmica

Rádio baiana censura Pabllo Vittar e causa indignação nas redes sociais

"Não toca na rádio mas tá na boca do povo", comentou a cantora.
Na Mira18/02/2019 às 22h30
A cantora respondeu sobre a polêmica nas redes sociais. (Foto: Divulgação)

Uma polêmica envolvendo a drag queen maranhense Pabllo Vittar e a rádio baiana Oeste FM Barreiras 98.5 causou indignação de fãs e artistas nas redes sociais. Segundo informações do site Popline, fãs da cantora estão sendo bloqueados no Whatsapp ao pedir para que a rádio toque a música "Seu Crime" na programação.

Leia mais: Sobre Anitta: "não somos mais amigas", diz Pabllo Vittar

"A estação de Barreiras, na Bahia, tem um canal aberto para o público pedir músicas via WhatsApp. Quem pede Pabllo Vittar, no entanto, é bloqueado", ressaltou a publicação do Popline.

Tudo começou nas redes sociais, quando fãs da drag queen começaram a reclamar que estavam sendo bloqueados pela rádio. Em seguida, o site Popline fez um teste com três números diferentes, de regiões diferentes do país pedindo para que a música fosse tocada e também foram bloqueados. A rádio por sua vez, não se pronunciou sobre o ocorrido.

No Twitter, a cantora comentou a polêmica e lamentou a atitude da rádio: "Não toca na rádio mas tá na boca do povo".


Nas redes sociais, diversos artistas lamentaram o suposto boicote da rádio baiana, a rapper Karol Conka comentou: "Que absurdo! Deixa minha Pabllo Vittar", já Luisa Sonza ressaltou: "Meu Deus! Cara, não dá pra acreditar numa coisa dessas. Triste".

Artistas comentam sobre o possível boicote. (Foto: Reprodução)

O cantor e saxofonista carioca Milton Guedes expôs sobre a gravidade da situação: “Isso porque a rádio é uma concessão pública. Tem que cassar essa concessão. Crime e preconceito”

Com vinda marcada para São Luís neste fim de semana, a cantora está divulgando seu segundo álbum "Não Para Não", lançado em outubro do ano passado.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.