Você conhece?

Veja os bens culturais eternizados na cultura nacional

Um exemplo de bem cultural, no Maranhão, é o Bumba-meu-boi.
Na Mira, com informações do Ministério da Cultura 11/01/2019 às 08h16
Veja os bens culturais eternizados na cultura nacionalO registro do Patrimônio Imaterial considera quatro categorias, são elas: Celebrações, Forma de Expressão, Lugares e Saberes. (Foto: reprodução)

BRASIL - Você sabia que assim como o Bumba-meu-boi do Maranhão, o doce de pelotas, no interior do Rio Grande do Sul, foi declarado patrimônio nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)?

Também são patrimônios nacionais o acarajé, a capoeira, a viola de cocho e mais 43 bens culturais. Isso significa que, além de reconhecer estas atividades como parte da identidade brasileira, o País precisa garantir a sua continuidade de modo sustentável, atuando na melhoria das condições sociais e materiais para que sejam transmitidas e reproduzidas.

O modo de criar, fazer e viver dos grupos que formam a sociedade brasileira é reconhecido pelo Iphan, órgão vinculado ao Ministério da Cidadania, como Patrimônio Cultural Imaterial.

O conhecimento transmitido de geração a geração, e os bens podem ser atividades relacionadas à gastronomia, à música e a outras manifestações culturais do País que gerem um sentimento de identidade e continuidade, contribuindo para promover o respeito à diversidade cultural e à criatividade humana.

Como registrar um bem cultural?

O registro de um bem cultural é analisado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Iphan, a partir de um pedido que pode ser apresentado por associações da sociedade civil ou por instituições governamentais, encaminhado à Presidência do Iphan. O processo termina com a inscrição do bem imaterial no Livro de Registro e a entrega do certificado à comunidade que detém o bem.

Outros registros imateriais

O registro do Patrimônio Imaterial considera quatro categorias, são elas: Celebrações, Forma de Expressão, Lugares e Saberes. Entre os exemplos de registro de Celebrações estão o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, que acontece todos os anos em Belém do Pará e o Complexo Cultural do Bumba-meu-boi do Maranhão.

Na categoria Formas de Expressão, dois exemplos são a Arte Kusiwa – pintura corporal e arte gráfica Wajãpi e o Frevo. Em Lugares, a Feira de Caruaru e Cachoeira de Iauaretê, lugar Sagrado dos povos indígenas dos Rios Uapés e Papuri no Amazonas.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.