Crítica

Crítico sobre Vai que Cola – O Filme: "decepcionante e ofensivo"

Produção nacional conta com o ator Paulo Gustavo no elenco.
Em Cartaz06/10/2015 às 08h24

Já devo ter dito isto antes, mas não custa repetir: não há gênero sobre o qual seja mais difícil de escrever do que a comédia. Afinal de contas, rir somente não é mais subjetivo do que criticar. Então, não tomem por rabugice ou mau-humor que eu desgoste do humor depreciativo, às vezes preconceituoso e sempre de mau gosto escorado em orientação sexual, cor da pele, obesidade, condição social etc. Mesmo porque o politicamente incorreto é uma ferramenta afiada nas mãos de bons humoristas, desde que seja usado para “desmascarar” quem o pratica, e não para ofender um grupo determinado de pessoas. É o que diferencia as boas comédias dos Irmãos Farrelly de meia-dúzia de cópias parecidas, ou o que justifica a longevidade do seriado Family Guy. Mas este não é o caso de Vai que Cola – O Filme.

Saiba mais sobre a crítica clicando aqui.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.