Bem-estar

Banho de ofurô melhora a circulação sanguínea

Ótima opção para tirar o cansaço da rotina agitada.
Na Mira com informações da assessoria10/05/2014 às 20h00

A rotina agitada diariamente deixa qualquer pessoa cansada. E por causa da falta de tempo no trabalho, muitas vezes deixamos os membros inferiores por longos períodos sem movimentação. O resultado são pernas e pés inchados e com aquela sensação de peso. Isso ocorre porque ao passar muito tempo na mesma posição pode provocar a compressão das veias e dificultar no retorno da circulação sanguínea. Qualquer pessoa pode estar sujeita a este inconveniente, no entanto, algumas são mais suscetíveis à doença, como obesos, portadores de diabetes, gestantes, fumantes e mulheres que utilizam anticoncepcionais. Mas como melhorar a circulação sanguínea?

Uma técnica que traz inúmeros benefícios para a saúde e, inclusive, para a circulação das pernas e de todo o corpo é o banho de ofurô. “O ofurô promove um relaxamento de todo o corpo em decorrência da emersão em água aquecida a 36°C. A alta temperatura faz uma vasodilatação, possibilitando que os ingredientes usados atuem na corrente sanguínea”, descreve Ana Cláudia Gomes, fisioterapeutaÓtima opção para tirar o cansaço da rotina agitada..

O ofurô é indicado para pessoas com problemas de pressão, intestinais, renais, e, especialmente, para doenças articulares, como artrites, artroses e reumatismos. “Quando acompanhado por uma massagem relaxante, o banho promove uma espécie de drenagem no corpo. Em apenas dez minutos imersos na água já é possível sentir os benefícios para o físico e para a mente”, garante a fisioterapeuta.

Além de melhorar a circulação sanguínea, promove uma desintoxicação da pele, estimula a atividade celular, fortalece os tecidos e auxilia na prevenção da celulite e da flacidez corporal. “É importante lembrar que a permanência na tina não deve ultrapassar 30 minutos de duração, pois pode causar uma hipotensão, onde a pressão arterial ira baixar demais, e poderá ocorrer um desmaio. Para ficar mais tempo, é necessário fazer uma pausa e depois voltar ao banho de ofurô”, orienta a fisioterapeuta.

Os banhos são incrementados por óleos, sais, frutas, velas e música suave para relaxamento, que promovem também um alívio do estresse e da tensão muscular. “Além de óleos essenciais, sais de banho, ervas e pétalas de flores, outros ‘ingredientes’ têm sido utilizados para na tina como pêssego, chocolate e vinho”, conta Ana Cláudia.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.