Exposição

"Não escolhi ter minha vida exposta e devastada" diz mulher flagrada em carro com morador de rua

Sandra Mara Fernandes deu seu depoimento sobre o ocorrido pela primeira vez nas redes sociais.

Na Mira

- Atualizada em 28/04/2022 às 09h24
Sandra Mara Fernandes foi diagnosticada com transtorno bipolar.
Sandra Mara Fernandes foi diagnosticada com transtorno bipolar. (Foto: Reprodução / Instagram)

BRASIL - Na tarde da última quarta-feira (27), Sandra Mara Fernandes utilizou suas redes sociais para, pela primeira vez, dar seu depoimento sobre as polêmicas envolvendo seu nome. No vídeo, ela desabafa sobre a exposição que sofreu após ser flagrada em carro com morador de rua.

“Olá, me chamo Sandra Mara Fernandes, sou a mãe da Anna Laura e a esposa do Eduardo Alves. Venho através dessa postagem agradecer as pessoas que se levantaram para me defender quando eu não tinha condições. Passei por dias muito difíceis, nunca me imaginei naquela situação. Eu me sinto profundamente dilacerada pelo ocorrido.” afirmou Sandra.

A esposa do personal trainer afirma ter sido alvo de chacota e humilhação e diz que estava em surto psicótico no dia do episódio: “Hoje eu tenho ciência de tudo o que foi dito enquanto eu estava internada e sendo cuidada por médicos, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e outros profissionais.”

“Eu sempre soube que vivemos numa sociedade desigual, mas eu NÃO escolhi ter um SURTO, eu NÃO escolhi ter sido HUMILHADA, eu NÃO escolhi ter minha vida EXPOSTA e DEVASTADA! Então, na condição onde estive eu sei que tinha legítimo DIREITO de ser DEFENDIDA. Agradeço ao meu esposo por tudo que ele fez por mim. Ele me defendeu durante e depois do ocorrido, pois sabe que em condições normais eu jamais teria permitido passar por aquilo.” completou ela.

Além da publicação, Sandra utilizou os stories do Instagram para acrescentar algumas palavras ao desabafo: “Só quero deixar claro que vou lutar pelo direito das mulheres, por mais que algumas não tenham me defendido. Vou lutar pela minha causa. Eu mereço respeito, todas mulheres merecem respeito  — disse ela. — Eu sei que essa ferida que existe em mim vai se curar aos poucos. ” afirmou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.