Polêmica

Após foto com fantasia de enfermeira, Bruna Marquezine leva bronca do conselho de enfermagem

A publicação gerou críticas por parte do Conselho de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP).

Na Mira

- Atualizada em 26/03/2022 às 19h14
Logo após a posição do conselho de enfermagem, a atriz apagou a publicação da rede social.
Logo após a posição do conselho de enfermagem, a atriz apagou a publicação da rede social. (Foto: Reprodução / Instagram )

BRASIL – A atriz Bruna Marquezine postou uma foto, nas redes sociais, fantasiada de enfermeira para uma festa de Halloween, nessa terça-feira (2). A publicação gerou críticas por parte do Conselho de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP).

Leia também:

Bruna Marquezine surge de lingerie e impressiona seguidores

No seu Instagram, Bruna Marquezine publicou uma foto fantasiada de enfermeira durante uma festa de halloween. Logo após a posição do conselho de enfermagem, a atriz apagou a publicação da rede social.

Em um comunicado publicado, o Coren afirmou que “fantasias de enfermeira desvalorizam o profissionalismo da enfermagem. A enfermagem é uma profissão que exige conhecimentos técnicos, anos de estudo e muito empenho e dedicação em seu cotidiano. Além disso, por ser uma categoria predominantemente feminina, com mais de 80% de mulheres, sofre os impactos das desigualdades de gênero, o que inclui episódios de violência e assédio".

Em seguida, o órgão continuou. “Por esses e muitos outros motivos, é inadmissível que a fantasia de enfermeira, utilizada em carnavais, festas de Halloween e sátiras continue sendo tolerada pela sociedade, sobretudo por formadores de opinião. O tema já foi alvo de intervenções do Coren-SP por diversas vezes, como no episódio em que as atrizes Giovanna Ewbank e Ingrid Guimarães humildemente se retrataram por terem se apropriado da imagem da profissão com conotação sexual. Deparamos-nos nas recentes celebrações de Halloween com a atriz Bruna Marquezine fantasiada do que a mídia chamou de ‘enfermeira sexy’”, disse.

Por fim, o conselho de enfermagem disse que o humor é válido desde que não prejudique a categoria. “O Coren-SP defende que todo o humor e diversão são válidos desde que não prejudiquem ou provoquem qualquer impacto negativo na vida do próximo. Por isso faz um apelo à sociedade e aos formadores de opinião: respeitem e valorizem as mulheres da enfermagem", disse.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.