Lençóis Jazz e Blues

Annika Chambers levanta o público na segunda noite do 9º Lençóis Jazz e Blues Festival

Público curtiu e de dançou ao som do melhor do blues e da soul music.
Ingrid García / Na Mira, com informações da assessoria13/08/2017 às 20h00

BARREIRINHAS - Para quem gosta de ouvir e de dançar ao som do melhor do blues e da soul music, a segunda noite de shows do festival foi perfeita. A americana Annika Chambers mostrou porque é considerada um dos grandes expoentes desse gênero musical na atualidade.

Com muito charme, simpatia e personalidade, cantou e dançou muito. O público também entrou na dança e amanheceu o dia ouvindo uma mistura de blues, gospel, soul, rock, releituras de Big King, Etta James e Tina Tunner, entre músicas autorais. Canções dos cds “Making My Mark” e do “Wild & Free”, que foi indicado para o Oscar do Blues. O público curtiu o show e Annika curtiu o público, a cidade, o festival. “A vibe foi ótima. Amei a alma daqui. É muito lindo. Não vejo a hora de voltar. Esse tipo de festival espalha o amor”, ressaltou a animada texana.

Antes teve um concerto de cordas e vozes apresentado por Zé Renato e Renato Braz. Duas vozes, dois violões, um pouco de percussão e muito encantamento. Assim foi o encontro dessas duas feras com o público da Nona Edição do Lençóis Jazz e Blues Festival. Os músicos, que constroem carreiras por caminhos próprios, fizeram um show pra emocionar.

O repertório foi basicamente de canções do cd e do dvd que gravaram juntos, o “Papo de Passarim”, a música “Ponto de Encontro”, de Zé Renato e Milton Nascimento abriu o show. Depois vieram muitos outros sucessos como “Papo de Passarim” e “O novo amor chegou”. Teve até uma música inédita, “Noite”, de Zé Renato e Joyce e uma luxuosa canja de Arismar do Espírito Santo cantando com a dupla a canção “Capoeira do Arnaldo”. “Foi lindo! A cidade é linda. O festival é uma iniciativa ousada que só comprova que existe público para todo tipo de música. Isso é maravilhoso”, destacou Zé Renato.

Também teve lançamento de CD no festival, “Caminhada”, do músico Mauro Sérgio. O show do contrabaixista e compositor maranhense abriu a segunda noite do festival. Acompanhado de uma banda maravilhosa formada por Ronald Nascimento (bateria), Israel Dantas (guitarra), Renato Serra (piano) e Rui Mário (acordeon), Mauro Sérgio mostrou toda a sua qualidade musical e conquistou aplausos do público com performances surpreendentes e uma técnica que une velocidade e complexidade. Os belos arranjos estiveram presentes nas canções “Mambo que sambo”, “Choro pró Zé”, “Caminhada” e “Sete passos”, entre outras.

“Foi emocionante. Lançar um CD em um festival como esse é uma grande oportunidade. Além da visibilidade, muitas oportunidades que podem surgir daqui, e poder fazer o que a gente mais gosta, que é tocar música instrumental...Foi maravilhoso”, comemorou Mauro Sérgio.
A Nona Edição do Lençóis Jazz & Blues Festival conta com os patrocínios da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), e do Governo do Estado do Maranhão, via Lei Estadual de Incentivo a Cultura e os apoios culturais do Sesi/Fiema, Sebrae, Prefeitura Municipal de Barreirinhas, Viluma Construtora, Tory Brindes, TV Mirante e TV UFMA- Realização Tutuca Viana Produções.

Leia outras notícias em PortalNamira.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.