Tecnologia

Especialistas devem criar máquinas que pensam até 2050

Querem desenvolver computadores que ensinem a si mesmos.
Imirante.com21/09/2015 às 10h30

SÃO LUÍS - Especialistas acreditam que, até 2050, será possível desenvolver máquinas com inteligência artificial, como modo de aprendizagem semelhante aos seres humanos. Segundo eles, os computadores já começaram a assimilar dados coletados, assim como crianças pequenas aprendem com a experiência de vida.

Logo, pode ser possível avançar com essa tecnologia e criar máquinas mais desenvolvidas ainda, que ensinem a si mesmas e se comuniquem simulando a fala humana, como já acontece com os smartphones e seus assistentes virtuais.

A professora da Universidade de Stanford e diretora de laboratório de visão computacional, Fei-Fei Li, passou os últimos 15 anos tentando ensinar computadores a interpretar imagens. Ela usou redes neurais, programas de computadores feitos a partir de células artificiais que funcionam de forma muito semelhante à de um cérebro humano. Dessa forma, segundo Li, eles conseguiam "enxergar".

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.