Em ''Éramos seis'', casamento singelo de Olga e Zeca marca o fim da primeira fase da novela; saiba detalhes

Em ''Éramos seis''
01/11/2019 às 09h51

Nada de festança com centenas de convidados, vasto bufê, pompas e penetras. O casamento de Zeca (Eduardo Sterblitch) e Olga (Maria Eduarda de Carvalho), em “Éramos seis”, marca o fim da primeira fase da novela, neste sábado (dia 2), num ambiente de muito afeto e simplicidade.

‘Éramos seis’: resumos de 4 a 9 de novembro

‘Éramos seis’: resumos de 28 de outubro a 2 de novembro

— A união acontece na casa de Dona Maria (Denise Weinberg), reunindo amigos e familiares no quintal. Estava tudo tão bonito! Zeca e Olga são muito apaixonados — comenta Sterblitch sobre a gravação das cenas da festa.

Quem celebra a cerimônia é Padre Venâncio, numa participação afetiva de Othon Bastos (o ator viveu o protagonista Júlio na versão de 1994 de “Éramos seis”, no SBT). Em torno do casal estão, entre outros convidados, Lola (Gloria Pires), Tia Candoca (Camila Amado), Dona Marlene (Walderez de Barros), Neves (Breno Nina), Almeida (Ricardo Pereira) e Clotilde (Simone Spoladore), incomodada com a presença do pretendente.

Assim como o amor do casal, as comidinhas da festa foram de verdade.

— Fui presenteada com uns bem-casados, que levei pra casa e estavam deliciosos! — entrega Maria Eduarda.

Mas, como a sequência demorou três dias para ser gravada, Sterblitch se deu mal...

— Fui fazer uma cena comendo um bem–casado, e um rapaz da técnica alertou: “Edu, isso está aí desde sábado!”. Apesar da vontade, só comi realmente o necessário — conta o ator, que se encantou com a ambientação sem luxos: — Acho que não precisa nada além de amor verdadeiro, amar e ser amado. Zeca tem ternura, e Olga, o objetivo de realizar um sonho. Eles se completam. É o tipo de casal amigo que a gente acha bacana.

© 2019 - Todos os direitos reservados.