Artes integradas e inclusivas na região do Desterro

Feirinha Criativa Café Cuxá será aberta neste sábado, no Convento das Mercês

Durante todo o mês de novembro, a Feirinha, que chega em sua quarta edição, traz uma programação surpreendente que inclui shows de sete artistas locais, artesanato, brechó, entre outras atividades artísticas.
Pedro Sobrinho/Jornalista12/11/2021 às 12h22

A Feirinha Criativa Café Cuxá chega na sua quarta edição trazendo uma programação surpreendente que inclui shows de sete atrações artísticas distribuídas em três momentos distintos.

Feirinha Criativa movimentando com arte, desde 2017, o bairro do Desterro, no Centro Histórico de São Luís. Foto: Divulgação

O evento aconteceu pela primeira vez em 2017, com o objetivo de movimentar a economia criativa ludovicense de maneira democrática, promovendo um espaço forte de vendas de produtos artesanais, artísticos e brechós, sem que fosse necessário o pagamento de qualquer taxa para participação dos(as) expositores(as). Junto a essa meta, o Projeto incorporou os valores do antigo Café Cuxá, espaço multicultural/cafeteria onde foram realizadas as duas edições iniciais da Feirinha (e que foi inspiração para a escolha do nome do evento). Ou seja, a proposta também era: de promover a apreciação e preservação do espaço público da região do Desterro e arredores; promover desenvolvimento e integração social da comunidade do Desterro por meio da cultura e;
estimular o turismo nessa região histórica de São Luís.

Nessa perspectiva, depois de duas grandes edições e dez versões pockets realizadas, o Projeto foi contemplado, em 2020, em edital da Secretaria de Estado de Cultura do Maranhão - SECMA via Lei Aldir Blanc, realizando uma edição virtual do evento que pode ser acessada no canal do Café Cuxá no Youtube.

Em 2021, novamente patrocinados pela mesma Lei, apresenta a seguinte programação:

- Dia 13/11/2021 – No Convento das Mercês: Apresentação de Renata Figueiredo e cobertura de bastidores com Enme Paixão. (1) Cortejo “Saudação ao Desterro” com a Banda Os Cuekas (marchinhas de carnaval); (2) Tambor de Crioula das Onças; (3) Forró do Mel (pé de serra); (4) Banda Núbia & Celia Sampaio (reggae) e (5) DJ Pedro Sobrinho. Estandes de artesanato, artes, brechós, comidinhas e cerveja.

- Dia 28/11/2021 – Ruas do Desterro – (6) Gravação da Performance Revoada: executada pela dançarina Márcia de Aquino ao som de Thaynara Oliveira (violino) e Isaías Alves (beatmaker). Envolve música e dança numa licença poética que conduz o espectador num lindo trajeto cadenciado pelo Desterro, fazendo-o conhecer ou
ressignificar seu olhar sobre esse espaço.

- De 15/11/2021 – 30/11/2021 – Ruas do Desterro – (7) Intervenção Urbana Caminhos que levam ao Desterro: executada por João Almeida, pretende provocar uma relação de pertencimento de moradores e transeuntes com o bairro, gerando identidade e valorização do patrimônio material e imaterial. Uma lembrança tangível e física do Projeto para a comunidade, fomentando uma relação cotidiana com as artes visuais.

Todas essas ações serão registradas e reunidas em obra audiovisual que será lançada no YouTube em data a ser divulgada no perfil @cafecuxá. Nele, você também obtém informações sobre os bastidores e outras ações do Projeto, como a Rifa Café Cuxá, quetem como objetivo a compra de cestas básicas para famílias moradoras do Desterro.

Leia outras notícias em mirantefm.com. Siga, também, a Mirante FM no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook. Peça sua música por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99161-9696.

Mais notícias

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.