Irreverência musical feita com inquietação, detalhes e brasilidade

Alexandra Nícolas: da saudade do Brasil e do Maranhão nasceu a Dona do Fuxico, que se transformou em single e videoclipe

A música, que contou com o paraense Manoel Cordeiro, foi gravada no Canadá, onde mora atualmente a cantora maranhense. O videoclipe, de Thais Lima, foi gravado também em Quebec, no Canadá e em São José de Ribamar.
Pedro Sobrinho/Jornalista11/11/2021 às 18h35
Alexandra Nícolas; a Dona do Fuxico. Foto: Divulgação (Alexandra Nícolas)

Mesmo à distância, morando em Quebec, no Canadá, Alexandra Nícolas não perde a conexão e o jeito de ser brasileira, nordestina, maranhense, em especial, ludovicense da gema.

Sempre serelepe, inquieta e cheia de vontade de criar rompendo fronteiras é que nasce o projeto "A DONA DO FUXICO". E como um bom 'fuxiqueiro' do jornalismo, chamei Alexandra Nícolas para saber dela qual o "fuxico" tinha a contar para os maranhenses. No TROCA DE IDEIA, no último domingo (7/11), a artista falou deste seu novo momento morando no Canadá. Para ela, tem sido uma experiência valiosa. Embora sinta falta da brasilidade e maranhensidade juntas, ela se sente protegida pelo marido canadense e os filhos, segundo ela, estão adaptados com os costumes e o dia a dia do país.

Depois de penetrar um pouco na privacidade de Alexandra, fui direto ao assunto, ou melhor, ao fuxico em que ela é a protagonista. Com mais de 20 anos de carreira e dois discos lançados "FESTEJOS" (2013) e "FEITA NA PIMENTA" (2018), Alexandra surge com a "DONA DO FUXICO' cujo lançamento do single e do videoclipe aconteceu em 5 de novembro.

A música foi gravada entre o Canadá, onde mora atualmente, e o Brasil, com a participação da família Cordeiro, pai e filho, os mestres da guitarrada paraense, Manoel (baixo, pianos, flauta, synths, guitarra solo, arranjos e direção musical) e Felipe (programação eletrônica, guitarra base e arranjos).

Já o videoclipe também, rodado em Chelsea, na província do Quebec, e São José de Ribamar, no Maranhão, com direção, roteiro, direção de produção e produção executiva de Thais Lima (Guajajara Filmes/RZK Filmes). Com elenco formado majoritariamente por não atores.

Alexandra Nícolas afirma: "o videoclipe consegue captar a essência do recado musical dela que não guarda segredo". Enfim, a artista diz que "fez da saudade do Brasil, do Maranhão, um grande fuxico, um grande afago em seu coração, jogou no mercado e espera que logo logo esteja na boca da galera'.

Leia outras notícias em mirantefm.com. Siga, também, a Mirante FM no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook. Peça sua música por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99161-9696.

Mais notícias

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.