Patrimônio Imaterial e Cultural do Brasil

Presidente do Iphan, Larissa Peixoto, estimula mestres e mestras da Cultura Popular do Maranhão para aderir ao Conectando Patrimônios

Em entrevista no Plugado, na Mirante FM, ela falou da importância do Conectando Patrimônios, do bumba meu boi e do tambor de crioula definindo como matrizes que enriquecem que representam a riqueza da cultura brasileira.
Pedro Sobrinho/Jornalista 19/04/2021 às 19h25
Presidente do Iphan Nacional, Larissa Peixoto,.no Plugado, na Mirante FM. Foto: Google/Divulgação (Larissa Peixoto)

Visando promover a sustentabilidade de bens registrados como Patrimônio Cultural, o IPHAN promove a campanha CONECTANDO PATRIMÔNIOS, lançada em 17 de março deste ano. O objetivo é promover a sustentabilidade de bens registrados como Patrimônio Cultural. E o Maranhão está representado pelo bumba meu boi e o tambor de crioula.

Em entrevista ao jornalista PEDRO SOBRINHO, nesse domingo (18/4), no PLUGADO, na MIRANTE FM, a presidente do Iphan - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, LARISSA PEIXOTO deu mais detalhes sobre a campanha idealizada pelo órgão.

Para a presidente do Iphan, LARISSA PEIXOTO, é um privilégio ter o bumba meu boi e o tambor de Crioula, matrizes que representam a riqueza da cultura brasileira.

- O bumba meu boi e o Tambor de Crioula são importantes formas de expressão da cultura maranhense e brasileira. Por isso, o Iphan busca meios de salvaguardá-lo. A campanha Conectando Patrimônios é uma maneira de fortalecer social e economicamente seus detentores e, assim, valorizar e divulgar esse bem que é Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

A superintendente do Iphan disse, ainda, que o CONECTANDO PATRIMÔNIOS visa valorizar e divulgar as manifestações culturais maranhenses neste período de Pandemia.

- O objetivo do CONECTANDO PATRIMÔNIOS é valorizar e divulgar estas manifestações, como o tambor de crioula, o bumba meu boi neste período de Pandemia. Muitas comunidades têm enfrentado diificuldades financeiras porque as festas, os rituais, as apresentações foram suspensas. Diante disso, a campanha estimula a venda dos produtos relacionados a esses bens culturais apoiando a sustentabilidade econômica e social destes grupos - explica.

Como participar

Para viabilizar a ação, as superintendências do Iphan nos estados mobilizaram coletivos de mestres e mestras que participam da ação. Mas a chamada continua. Os grupos que tiverem interesse em participar devem entrar em contato com a superintendência do Iphan no Amazonas que dará os detalhes sobre como aderir à ação.

- As chamadas para grupos que desejam participar do CONECTANDO PATRIMÔNIOS seguem abertas. As superintendências do Iphan em cada Estado estão mobilizando as comunidades detentoras que querem participar. No Maranhão, os grupos podem entrar em contrato com a nossa superintendência , que é muita ativa na região, por meio do telefone (98) (9)9991-1960 ou pelo email: iphan-ma@iphan.gov.br ou entrar em contato presencial com a nossa Superintendência na rua do Giz, nº 235, no Centro Histórico de São Luís. Dessa forma os interessados serão orientados sobre como a aderir a ação. A nossa Superintendência do Iphan no Maranhão está à disposição de todos interessados para tirar as dúvidas e encaminhar as adesões - recomenda.

Leia outras notícias em mirantefm.com. Siga, também, a Mirante FM no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook. Peça sua música por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99161-9696.

Mais notícias

© 2019 - Todos os direitos reservados.