Festival Kebrada

Rico Dalasam cita participação da maranhense Enme Paixão em EP que festeja cinco anos do Queer Rap

O rapper paulistano é uma das atrações nacionais da 3ª edição do Festival Kebrada, se apresenta, sexta, a partir das 19h30, encerrando a primeira noite de shows do evento, que tem ainda Jup do Bairro, também de SP.
Pedro Sobrinho/Jornalista 15/12/2020 às 16h51
Rico Dalasam é uma das atrações do Festival Kebrada, em São Luís. Foto: Google/Divulgação (Divulgação)

Uma das atrações do Festival Kebrada, edição 2020, o rapper paulistano Rico Dalasam conversou com o jornalista Pedro Sobrinho, a no último domingo (13/12), no Plugado, na Mirante FM, em que ele destacou o movimento QUEER RAP no Brasil. Em primeira mão, soltou da participação da maranhense ENME PAIXÃO no EP MODO DIVERSO, festejando cinco anos de existência. Juntamente com a paulistana Jup do Bairro, ele.se apresenta, sexta-feira (18/12), a partir das 19h30, em apresentações on-line, Os dois artistas participam ainda da Conversa Aberta: Hip Hop, Cultura das Ruas e Diversidade, dia 18, de 18h às 19h.

- É muito mágico pensar a cena Queer Rap, hoje, e pensar que isso com visibilidade, poder de multiplicação. Todas as manifestações culturais quando começam não têm pretensão de ser palco, ser grande, de revelar coisas, artistas, de fomentar um assunto de modo que a indústria precisa olhar, dar atenção, distribuir o capital na direção dessa manifestação cultural. O Queer Rap é uma manifestação cultural já com as nuances e códigos brasileiros. Têm artistas de todas regiões do país contando suas histórias com estéticas de periferias, com muita coisa do Hip Hop envolvida, com as rimas, são códigos que a gente vai encontrar no MODO DIVERSO que é o primeiro EP, o primeiro trabalho. Eu fico muito feliz, muito orgulhoso. Este ano a gente completa cinco anos do MODO DIVERSO. Nos próximos dias a gente vai lançar um EP com artistas de todas as regiões do país celebrando essa cultura, essa manifestação cultural. É um EP em que a gente volta nas mesmas músicas, agora com participações de Enme Paixão, Glória Groove, Iran, entre outros - coloca.

Cultura de Rua

Quase despercebido pelo mainstream, o trabalho mais recente de Dalasam, DOLORES DALA GUARDIÃO DO ALÍVIO (2020, INDEPENDENTE), é um dos mais completos e bem produzidos desse ano. Com produção dividida entre Mahal Pita (BaianaSystem), Dinho Souza e o próprio artista, o trabalho de cinco faixas nasce como um produto das memórias e experiências pessoais que tumultuaram a vida de Dalasam nos últimos anos.

Rico Dalasam garantiu que vai mostrar faixas do novo disco em apresentação no Festival Kebrada, em São Luís, idealizado pelo Centro Cultural Vale Maranhão, em parceria com o Coletivo do Movimento do Hip Hop no Maranhão.

- Eu estive no Maranhão, em 2016, para tocar em uma festa e foi mágico. Eu tô cheio de expectativa com o Kebrada, vai ter gente acompanhando que a gente não encontra sempre, mesmo sendo pela internet. A ideia é trocar: sempre. Vou mostrar músicas do meu novo EP Dolores Dala Guardião do Alívio - enfatiza.

Perfil

Rico Dalasam inaugurou, em 2014, a cena Queer Rap do Brasil. Em 2015, lançou seu primeiro trabalho, o EP Modo Diverso, reunindo seis músicas autorais que narram suas experiências de vida enquanto jovem, negro e gay, morador da periferia da Grande São Paulo.

Como participar

Toda a programação é gratuita e online. São shows, conversas abertas, oficinas e batalhas de MC´s, Passinho, All Style e Bboy. Os shows serão transmitidos pelo canal do CCVM no YouTube: https://www.youtube.com/centroculturalvalemaranhao. A Conversa Aberta acontece pela Plataforma Zoom, transmitida também pelo YouTube. Os interessados em inscrever devem enviar nome completo, telefone e a conversa que deseja participar para: contato@ccv-ma.org.br. Toda programação do Festival Kebrada está disponível no site do CCVM: ww.ccv-ma.org.br.

Leia outras notícias em mirantefm.com. Siga, também, a Mirante FM no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook. Peça sua música por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99161-9696.

Mais notícias

© 2019 - Todos os direitos reservados.