Aldeia Tupinambá

Disco, que homenageia Humberto de Maracanã, estará disponivel nas plataformas digitais na sexta-feira

Haverá Live no instagram, às 18h, com as presenças de Zeca Baleiro, Ribinha de Maracanã, Luiz Cláudio, César Nascimento e Fauzi Beydoun, que participam do disco gravado em 2019 pela Zabumba Records.
Pedro Sobrinho/Jornalista 10/08/2020 às 18h29

O disco "Aldeia Tupinambá" homenageia Humberto de Maracanã. A obra estará disponível nas plataformas digitais a partir desta sexta, dia 14 de agosto. Haverá Live no instagram, às 18h, com as presenças de Zeca Baleiro, Ribinha de Maracanã, Luiz Cláudio, César Nascimento e Fauzi Beydoun.

Ribinha, filho de Humberto de Maracanã, e Alcione. Foto: Divulgação

Em celebração à obra de Humberto de Maracanã quatro anos depois de sua morte, os filhos do cantador, Ribinha e Humberto, se juntaram ao músico e produtor Luiz Claudio e ao cantor e compositor Zeca Baleiro, para gravar um disco que homenageia a poesia do mestre e a rica história do Boi de Maracanã.

O CD tem participações de Alcione, Chico César, Fauzi Beydoun, Alê Muniz, Henrique Menezes, Ribão D’Oludo, Roberto Ricci, Guilherme Kastrup, César Nascimento, Zeca Baleiro, Pedro Cunha e André Magalhães, além dos vocais de Vange Milliet, Nô Stopa, Tata Fernandes, Simone Julian, Anna Cláudia e Célia Sampaio.

Alê Muniz e Luiz Cláudio, produtor musicl do disco Aldeia Tupinambá. Foto: Divulgação

As toadas foram gravadas entre outubro e novembro de 2019, a maior parte delas no Estúdio Zabumba Records, em São Luís. O documentarista Raillen Martins registrou os principais momentos da gravação do disco e fez um minidocumentário que também estará disponível em breve.

Aldeia Tupinambá – Homenagem ao Bumba-meu-Boi de Maracanã tem a base de percussão (pandeirões, matracas e tambor-onça) gravada pelo batalhão de Maracanã. O trabalho será primeiro lançado nas plataformas digitais pelos selos NA MUSIC (Belém) e Zabumba Records (São Luís). É a terceira parceria entre os dois selos, que anteriormente lançaram discos do Boi da Liberdade e Encantarias, de Luiz Claudio.

Humberto de Maracanã foi um dos maiores mestres da cultura popular do Maranhão. Dono de voz grave e poderosa e compositor de toadas que viraram clássico do bumba-meu-boi, o Guriatã deixou um legado que permanece vivo na comunidade, agora sob o comando de seus filhos e herdeiros de arte, Ribinha e Humberto Filho, e da viúva Maria José, presidente da Associação do Bumba meu Boi de Maracanã, que tomaram pra si a missão de levar adiante um dos mais tradicionais grupos do estado.

Os produtores do CD fizeram mudanças na forma como as toadas são geralmente registradas em discos, mas respeitaram determinados itens da tradição.

- Fizemos questão, por exemplo, que os pandeirões usados fossem de couro. Ultimamente a maioria dos bois vem utilizando mais os de pele sintética - afirma Luiz Claudio.

No meio de algumas toadas foi retirada a base de graves dos pandeirões e deixados somente os agudos das matracas e maracás, criando efeitos e interessantes.

- Usamos Pedro Cunha com seus sintetizadores, samplers e pianos nas faixas de Alcione e Zeca Baleiro, dando um toque de eruditismo. Já na minha toada, O filme do Guriatã, chamei Guilherme Kastrup, produtor de Elza Soares no disco Mulher do Fim do Mundo, para colocar efeitos, samplers e programações eletrônicas sobre a voz de Alê Muniz - acrescenta.

A toada foi composta logo depois que Luiz Claudio viu, em 2019, o documentário de Renata Amaral sobre Humberto de Maracanã. Em uma das cenas, o Guriatã aparece andando no quintal de sua casa falando com seus guias. O produtor destaca também, entre outras participações do disco, as de Vange Milliet, Tata Fernandes, Nô Stopa e Simone Julian, que faziam parte das Orquídeas Negras, grupo que acompanhava o cantor paulistano Itamar Assunção.

Das 10 faixas do disco, cinco são de autoria de Humberto e as outras foram feitas em homenagem a ele. É o caso de Meu Guriatã (Roberto Ricci), Herdeiros do Guriatã (Zeca Baleiro), O Filme do Guriatã (Luiz Claudio), Guriatã, a estrela que não se apaga (Henrique Menezes) e Batalhão de Ouro (Ribão D´Oludo).

ALDEIA TUPINAMBÁ – Homenagem ao Bumba-meu-Boi de Maracanã
Lançamento nas plataformas digitais
Dia 14 de agosto de 2020
Live no instagram, às 18h, com a presença de Zeca Baleiro, Ribinha de Maracanã, Luiz Cláudio, César Nascimento e Fauzi Beydoun.

REPERTÓRIO DO DISCO
A coroa ainda existe/No reinado está na coroa – Ribinha de Maracanã
Meu Guriatã – Roberto Ricci
Herdeiros do Guriatã – Zeca Baleiro
Pássaro Branco – Alcione
Sereia Linda de Cumã – Chico César
O filme do Guriatã – Alê Muniz
Vem trazendo a aurora – César Nascimento
Lua – Fauzi Beydoun
Guriatã – a estrela que não se apaga – Henrique Menezes
Batalhão de ouro – Ribão D’Oludo

Leia outras notícias em mirantefm.com. Siga, também, a Mirante FM no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook. Peça sua música por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99161-9696.

Mais notícias

© 2019 - Todos os direitos reservados.