JORNAL DA MIRA

Centro de Referência de Atendimento à Mulher em situação de Violência amplia canais de denúncia durante a pandemia

Os canais de atendimento estão disponíveis por whatsapp e ligação. O centro completa 12 anos de funcionamento, integra a Rede Amiga da Mulher e está localizado na Casa da Mulher Brasileira.
Rainara Moraes23/06/2020 às 13h16
Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência Foto: Mauricio Alexandre / Agência São Luís

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, ampliou os canais de denúncia e atendimento especializado para as vítimas de violência doméstica que queiram denunciar. A diretora do CRAMSV, Simone de Souza falou ao Jornal da Mira sobre os canais e o atendimento que estão sendo oferecidos pelo Centro.

O CRAMSV pensou na maior vulnerabilidade das mulheres no período de isolamento, pois o isolamento social é até agora o melhor remédio contra o Covid19, mas está em casa nem sempre é a melhor opção para todo mundo, por que muitas das vezes é lá que mora o perigo. Segundo estimativa da Organização das Nações Unidas das Mulheres (ONU Mulheres) nos últimos 12 meses, 243 milhões de mulheres e adolescentes entre 15 e 49 anos sofreram violência sexual e/ ou física de parceiros Íntimos.

Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência

O Centro oferece um serviço remoto multidisciplinar com assistentes sociais, psicólogos, assessoras jurídicas e pedagogas, o atendimento acolhe as vítimas e presta orientações e encaminhamentos, além de acompanhar os casos de agressão fÍsica e psicológica para que o trauma da violência afete o minimo possível a vida da vítima.

O CRAMSV completa 12 anos de funcionamento, e já atendeu mais de 5000 mil mulheres no Maranhão, atua em conjunto com a Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (SEMUSC), integra a Rede Amiga da Mulher e está localizado na Casa da Mulher Brasileira.

Canais de atendimentos pelo telefone (whatsapp ou ligação):

98198-2120 / 98270-0708 / 98270-1747 / 98270-1176

Outros serviços de atendimento à mulher:

#Repost @semu_ma • • • • • • BOLETIM ON-LINE O Boletim Online de violência doméstica agora pode ser emitido na mesma hora e a mulher já saí com ele em apenas um click. Sancionada pelo Governador Flávio Dino, a Lei nº 11.265/20, permite o registro de Boletim de Ocorrência, na Delegacia On-line, de crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher, durante o período de duração da pandemia da Covid-19. Como registrar o B.O.? Para fazer o registro de um boletim de ocorrência pela internet, acesse www.delegaciaonline.ssp.ma.gov/br a mulher deve ter em mãos os documentos válidos (CPF e RG), possuir endereço fixo, telefone para contato de ajuda e endereço de e-mail válidos. Para mais informações acesse a Bio. NÃO SE CALE DENUNCIE!! #paratodosverem card com fundo amarelo com com logo fica em “casa mermã em segurança”1 no topo, seguido do texto colorido “Agora é lei” e “Boletim de ocorrência na delegacia online, de crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher, durante o período de isolamento social da pandemia COVID-19.” Com a ilustração de uma mulher e do portal da delegacia online, o site da delegacia e a logo da SEMU seguida da logo da redes sociais.

Uma publicação compartilhada por Casa da Mulher São Luis (@casadamulherbrasileirama) em

As mulheres vítimas de agressão ganharam uma nova ferramenta de proteção durante a pandemia, a campanha 'Sinal Vermelho'. A iniciativa é promovida pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com apoio de entidades da sociedade civil. . Para denunciar a vítima deve procurar uma farmácia e utilizar apenas uma caneta ou um batom vermelho para marcar um 'X' na palma da mão, em seguida o atendente ou farmacêutico, efetua a ligação para polícia e ao acolhimento à vítima. . A ação conta com a participação de quase 10 mil farmácias em todo o país, e é uma resposta conjunta de membros do Judiciário ao recente aumento nos registros de violência em meio à pandemia do coronavírus. A Casa da Mulher Brasileira apoia a Campanha Sinal Vermelho, Denuncie!! . #CasaDaMulherBrasileira #Coronavírus #IsoladasSimSozinhasJamais #EuApoio #ViolênciaDoméstica #ViolênciaNão #Disque180

Uma publicação compartilhada por Casa da Mulher São Luis (@casadamulherbrasileirama) em

Ouça a entrevista com a diretora Simone de Souza:

Leia outras notícias em mirantefm.com. Siga, também, a Mirante FM no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook. Peça sua música por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99161-9696.

Mais notícias

© 2019 - Todos os direitos reservados.