Conexão Rio de Janeiro/Maranhão

Rio Pandeiro realiza oficina de ritmos no Convento das Mercês, em São Luís

A oficina ocorre de terça a quinta. O grupo carioca veio conhecer e aprender com a diversidade cultural do MA nos festejos juninos da ilha.
Pedro Sobrinho/Jornalista 25/06/2019 às 07h21

Cerca de 120 pessoas, integrantes do grupo carioca Rio Pandeiro, estão em São Luís para intercâmbio cultural, cujo objetivo é conhecer de perto os ritmos maranhenses, os arraiais dos festejos juninos e a riqueza cultural da cidade. A trupe do Rio Pandeiro, que já percorreu meio mundo, desembarcou na ilha no último dia 20/6 e permanece até domingo, dia 30 de junho, para prestigiar a autenticidade dos festejos de São Pedro, sexta-feira (28/6), na Madre Deus, e São Marçal, no bairro do João Paulo.

Integrantes do bloco carioca Rio Pandeiro em conexão com o Maranhão

No Plugado desse domingo (24/6), Tadeu Campany, percussionista, mestre e criador do Rio Pandeiro, falou da importância desta conexão Rio de Janeiro/Maranhão e,também, anunciou a oficina de ritmos que o grupo realiza de terça-feira (25/6) a quinta-feira (27/6), no Convento das Mercês, localizado no Centro Histórico da capital maranhense.

A oficina acontece das 16h30 às 18h30. Quem tiver interesse em se inscrever para as aulas não precisa ter pandeiro nem conhecimento prévio do instrumento, basta enviar um e-mail para curso.riopandeiro@gmail.com. O investimento é de R$ 50,00 (pelos três dias) e o pagamento é feito no primeiro dia de aula.

Os integrantes do Rio Pandeiro receberão aulas teóricas e práticas sobre história, cultura e características dos ritmos maranhenses. As oficinas serão ministradas pelo músico percussionista, arte-educador e pesquisador da cultura popular Luiz Cláudio Monteiro Farias, com a participação de mestres locais. O principal destaque nesta visita dos cariocas em São Luís é o Boi de Leonardo (sotaque de zabumba), que já foi homenageado pelo Rio Pandeiro durante o carnaval do Rio e participa ativamente dessa pesquisa musical do grupo carioca. Nesta visita à ilha, tiveram a oportunidade de conhecer os bois de Santa Fé (sotaque da Baixada) e Axixá (sotaque de orquestra)

Rio Pandeiro

Fundado há 10 anos pelo percussionista carioca Tadeu Campany, o Rio Pandeiro é um dos principais blocos de carnaval do Rio de Janeiro. Seu diferencial é valorizar os ritmos regionais da cultura popular brasileira presentes em todas as regiões do país.

O repertório é variado: além de samba e partido alto, tem maracatu, ciranda, congada, xote, baião, côco, jongo, carimbó e muitos outros ritmos. Além do pandeiro, os alunos aprendem diversos instrumentos de percussão, como tamborim, caixa, surdo, chocalho, marabaixo, agogô, curimbó e alfaia. As oficinas do bloco acontecem o ano inteiro em três locais diferentes do Rio de Janeiro e os 200 alunos do curso formam a bateria do bloco durante o carnaval do Rio.

- O nosso objetivo é justamente conectar os nossos alunos e o nosso público com a sonoridade que o Brasil preserva de norte a sul. Além disso, nós somos o único grupo onde é possível encontrar mais de 200 pandeiros brasileiros tocando juntos, ao mesmo tempo. Queremos valorizar esse instrumento que é tão importante para tantas manifestações culturais, em todos os cantos do nosso país - conta o percussionista Tadeu Campany.

Muito mais do que tocar ritmos regionais brasileiros, o Rio Pandeiro proporciona aos seus integrantes experiências musicais diretamente em sua fonte. Essa é a proposta do Intercâmbio Cultural Rio Pandeiro, que são viagens para que as pessoas conheçam de perto e façam oficinas de percussão com grupos de grande referência e importantes mestres da cultura popular. Em contrapartida, o percussionista Tadeu Campany, ministra oficinas de pandeiro brasileiro em todos os locais onde são realizados os Intercâmbios.

Intercâmbio Cultural Rio Pandeiro

Atualmente em sua sexta edição, o Intercâmbio Cultural Rio Pandeiro já levou os alunos para Roma, na Itália (em 2012); para Buenos Aires, na Argentina (em 2015); para Lambari, Minas Gerais (em 2016); Belém do Pará (em 2017) e Fortaleza (em 2018). Em 2019, foi a vez de São Luís (MA) ser contemplada com a visita.

- Dentre as viagens de pesquisa que sempre faço pelo Brasil, o São João da capital maranhense está entre as mais impactantes manifestações populares que já presenciei. A pluralidade estética e diversidade rítmica são fatores que fazem de São Luís um lugar imperdível de se conhecer no país. O Boi de Leonardo sintetiza toda essa beleza, força, tradição e encanto. Apresentado pelo amigo e parceiro musical Luiz Cláudio, tive a honra de ser muito bem recebido na comunidade da Liberdade durante a cerimônia de batismo do boi e participar ativamente de um incrível ciclo até as apresentações nos Arraiais, onde tive o prazer de me vestir de vaqueiro e tocar com o grupo. Saí de São Luís tão maravilhado, que no carnaval de 2018, o Rio Pandeiro homenageou o bumba meu boi, construiu o seu próprio boi e dedicou o carnaval aos amigos da Liberdade. Agora, cumpro a promessa de trazer meus alunos para ver de perto, com os próprios olhos, o que é o São João do Maranhão - conta Tadeu Campany.

SERVIÇO

Intercâmbio Cultural Rio Pandeiro em São Luís do Maranhão – 20 a 30 de junho de 2019

– Oficina de Pandeiro Brasileiro:

Ministrada pelo percussionista carioca Tadeu Campany.

Dias: dias 25, 26 e 27 de junho

Horário: das 16h30 às 18h30.

Local: Convento das Mercês

Investimento: R$ 50,00

Inscrições pelo e-mail: curso.riopandeiro@gmail.com e zap: 21 98080-7115

Leia outras notícias em mirantefm.com. Siga, também, a Mirante FM no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook. Peça sua música por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99161-9696.

© 2019 - Todos os direitos reservados.