Literatura

Escritor Moçambicano, Mia Couto, esteve em São Luis

Escritor moçambicano, Mia Couto, esteve aqui em São Luís, em um evento promovido pelo centro de ciências humanas da universidade federal do maranhão, em parceria com a companhia das letras.

Bárbara Liz

- Atualizada em 29/07/2022 às 16h34
Bárbara Liz e Mia Couto no evento promovido pelo centro de ciências humanas da Universidade Federal do Maranhão
Bárbara Liz e Mia Couto no evento promovido pelo centro de ciências humanas da Universidade Federal do Maranhão

Curiosidades sobre Mia Couto:  

01) Nasceu como Antônio Emílio Leite Couto, na cidade de Beira, Moçambique, em 5 de julho de 1955. Mas "renasceu" como Mia Couto, por conta da paixão por gatos.


02) É o único escritor africano que é membro da Academia Brasileira de Letras e é o autor moçambicano mais traduzido e divulgado no exterior e um dos autores estrangeiros com mais obras vendidas em Portugal.

03) Viveu em Moçambique durante o ponto mais intenso da ditadura e se juntou à Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO). Ainda foi nomeado diretor da Agência de Informação de Moçambique numa fase de grande tumulto político e social. Então, em seus livros, gosta de retratar momentos históricos.

04) Utiliza muito do neologismo, ou seja, palavras novas, derivadas daquelas já existentes (no mesmo idioma ou não). Assim, ele agrega vocabulário moçambicano à sua escrita, criando provérbios, enigmas, lendas e metáforas.

Acompanhe aqui a entrevista completa:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.