CULTURA

Atriz Helena Ranaldi troca ideia sobre a peça “Que os mortos enterrem seus mortos”

No encontro, a peça é na íntegra e debatida pelo autor Samir Yazbek, pelo diretor Marcelo Lazzaratto e pelas atrizes Maria Fernanda Cândido e a própria Helena Ranaldi.

Pedro Sobrinho

Helena Ranaldi
Helena Ranaldi (Mirante)

 Ao tentar recomeçar a sua vida no Líbano, terra de seus ancestrais, uma mulher recebe a visita de sua mãe, já falecida, insistindo para que ela retorne ao Brasil. A partir desse embate, afloram as subjetividades das duas personagens, tão próximas e tão distintas ao mesmo tempo.

Essa relação de amálgama de aspectos psicológicos, sociais e míticos é a tônica da peça Que os mortos enterrem seus mortos, obra em processo debatida no projeto “Ensaios de fruição” (que objetiva aproximar público e criação). No encontro, a peça é na íntegra e debatida pelo autor Samir Yazbek, pelo diretor Marcelo Lazzaratto e pelas atrizes Maria Fernanda Cândido e HELENA RANALDI, que TROCA IDEIA, no PODCAST PLUGADO-MIRANTE FM, com o jornalista PEDRO SOBRINHO.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.