Bit Tracking

PF deflagra operação de combate a crimes cibernéticos em Imperatriz

Foram cumpridos 9 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão preventiva expedidos pela Justiça Federal de Imperatriz.

Rádio Mirante AM

- Atualizada em 10/08/2022 às 12h16
Operação da PF combate crimes cibernéticos.
Operação da PF combate crimes cibernéticos. (Polícia Federal)

Com o objetivo de desarticular grupo criminoso dedicado à prática de crimes cibernéticos, a Polícia Federal deflagrou em Imperatriz a operação Bit Tracking.

A investigação iniciou após notícia encaminhada pelo FBI, via cooperação jurídica internacional, indicando que brasileiros haviam subtraído aproximadamente 1 milhão e meio de dólares (aproximadamente seis milhões de reais) em BitCoins administrados por uma plataforma de Criptoativos situada nos Estados Unidos da América.

Após notícia do órgão americano, a Polícia Federal aprofundou as investigações, seguindo o rastro dos valores, e identificou as pessoas responsáveis pela conduta criminosa.

A investigação demonstrou o caminho dos valores, passando por carteiras digitais, até serem convertidos em reais e creditados em contas correntes de brasileiros residentes na cidade de imperatriz.

Foram cumpridos 9 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão preventiva expedidos pela Justiça Federal de Imperatriz.

As medidas tem por objetivo buscar elemento de prova que indiquem a participação de outros membros do grupo criminoso, bem como recuperar ativos financeiros subtraídos. 
 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.