Mirante Esporte

Juca Baleia relembra histórias do futebol e racismo no esporte

Ex-goleiro também falou dos casos de racismo na época em que atuava
Rádio Mirante AM20/11/2021 às 15h38

Neste dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, o radialista Juraci Filho, recebeu no programa Mirante Esporte, o ex-goleiro, Juvenal Marinho dos Passos, mais conhecido como Juca Baleia, figura icônica do futebol maranhense que surpreendia pela agilidade mesmo, nitidamente, acima do peso e que também ficou conhecido como 'o Gordo Leve'. Juca lembrou histórias do tempo em que atuava profissionalmente e do racismo que sofria à época.

"Eu já em um estádio no Ceará onde a torcida só me chamava de macaco: Olha o macacão. A gente já sentia isso, aquela coisa de racismo nos jogos mais importantes, no Rio de Janeiro. Nós fomos jogar contra o Vasco em São Januário, a torcida não queria que o Jorge jogasse e gritavam: Negão! Macaco! Mas até hoje existe ainda.", lembra Juca Baleia.

Juca, que teve passagens por times como Maranhão Atlético Clube, Moto Club, Bacabal e Sampaio Corrêa, esse último sendo o clube onde teve maior destaque, acrescenta que naquela época não tinha nenhuma orientação para casos de preconceito no futebol.

"Não. Esse que foi o problema na nossa época. Ninguém via para isso. A questão da gravidade que tinha aquela coisa de chegar uma pessoa e te orientar. Eu nem levava em consideração. Sentia, mas não levava em consideração. A minha satisfação era de chegar no campo e fazer o que eu mais gostava".

Ouça a entrevista completa.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.