Abrindo o Verbo

Duarte Júnior diz que história da eleição passada se repete

O deputado estadual acredita que Flávio Dino segue no comando do governo até o fim de seu mandato
Rádio Mirante AM31/08/2021 às 19h58

O deputado estadual Duarte Júnior (PSB) disse em entrevista ao Abrindo o Verbo, na Rádio Mirante AM, nesta terça-feira (31) que a história da eleição de 2020, quando vários candidatos a prefeito de São Luís foram lançados dentro do grupo do governador Flávio Dino está se repetindo.

Segundo Duarte são muitos candidatos e cada um falando o que quer.

“Eu acredito que está parecendo com aquilo que aconteceu no ano passado. Muitos candidatos, todo mundo fala o que quer, ninguém se entende e esquece de combinar com o povo, com as pessoas. Eu acho que ainda é cedo. É justo que cada um tente colocar o seu nome, mas é preciso ter razoabilidade. Não se ganha eleição com muito dinheiro, não se ganha dinheiro com muitos amigos na política, se ganha eleição é trabalhando e trabalhando para as pessoas. Uma política mais para o povo e menos para os políticos é isso o que eu acredito e isto que eu recomendo para aquele que quer ser candidato ao governo e que faça política para as pessoas, caminhando nas ruas, prestando serviço e botando os problemas para resolver”, afirmou.

Duarte admitiu a hipótese do governador Flávio Dino permanecer no cargo até o fim como forma de resolver o problema criado por várias pré-candidaturas na base governista.

“Olha, eu realmente não sei informar.. Eu acredito que tudo pode acontecer, inclusive nada. Existe essa possibilidade dele ficar. Ele pode ficar até o final? Pode, mas eu acho que não fica, mas pode ficar. Talvez ninguém sabe o que está passando pela cabeça dele, mas eu acho que quando ele olha para um lado, ele olha para o outro, ele olha essa confusão toda, quer saber de uma coisa eu vou ficar aqui até o final e deixa que vai ser do meu jeito. Estou dizendo como tem que ser. Não estão querendo escutar, tão dando uma de mais sabido do que eu, então deixa que eu vou ficar aqui até o final e 'vumbora' ver o que vai acontecer”, disse.

Duarte reafirmou a sua disposição de disputar uma vaga para a Câmara dos Deputados.

“Meu objetivo agora é buscar uma oportunidade, uma vaga na Câmara Federal. Estou como pré-candidato a deputado federal com o objetivo de buscar mais recursos e trazer para a nossa cidade e para o nosso estado. Um deputado estadual tem R$ 1 milhão e meio em emendas por ano. Já um deputado federal tem uma média de R$ 46 a R$ 50 milhões de emendas por ano. Então, se você é um deputado probo, correto, que não trabalha com negociata, que não aceita corrupção e não desvia emenda você consegue demonstrar cada vez mais resultados para a população. Então, se você faz muito com pouco quando você tem mais, você faz muito mais. Na minha linha de defesa do consumidor, lá, como deputado federal nós podemos intensificar as fiscalizações no que diz respeito ao aumento do combustível, buscando a mudança da política de preços por parte da Petrobrás, quem sabe até uma CPI da Petrobrás para que a gente possa garantir a melhoria na qualidade do combustível e combustível mais barato em todo o país”, explicou Duarte.

O deputado explicou as mudanças de partido em tão pouco tempo.

“Estive filiado no PCdoB, mas todo mundo sabe o que aconteceu. No PCdoB, apesar de pontuar mais nas pesquisas, com média de 10 a 15 por cento, o PCdoB preferiu apoiar um candidato que pontuava menos, mas um candidato que já era mais antigo no partido. Respeitei a decisão, mas até conversando com o governador Flávio Dino me foi orientado ir para o Republicanos, partido que eu me filiei e disputei as eleições e por pouco hoje nós não estamos na Prefeitura de São Luís. Nós conseguimos superar várias candidaturas, ir para o segundo turno e apresentar boas propostas para a cidade de São Luís. Hoje eu estou no PSB, mas eu acho que muito mais do que um partido político é importante a gente julgar as pessoas. É o candidato que engrandece o partido com a sua história de vida e a sua história de trabalho”, finalizou.

Ouça a entrevista completa, com Geraldo Castro e Rodrigo Bomfim:

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.