Ponto Final

Bira reforça convite a Flávio Dino e diz que aposta no consenso

Deputado do PSB foi entrevistado por Jorge Aragão, no Programa Ponto Final
Rádio Mirante AM28/05/2021 às 08h42

O deputado federal Bira do Pindaré (PSB) disse, nesta sexta-feira (28), em entrevista ao radialista Jorge Aragão, no Ponto Final, na Rádio Mirante AM que o seu partido está na expectativa para receber o governador Flávio Dino como novo Filiado.

Segundo Bira, o governador Flávio Dino é um nome de peso nacional e a sua chegada vai ser muito importante para o PSB. Ele adiantou que o partido mantém conversas também com Marcelo Fleixo e Manuela D'ávila.

"O convite está feito, o governador será muito bem vindo, eu sou entusiasta dessa vinda do governador, acho que vai ser uma coisa muito importante, para o Flávio Dino, para o governador enquanto liderança, não só maranhense como nacional, que hoje é um nome que tem um peso muito grande a nível nacional e vai ser muito importante para o partido, o partido vai ganhar fortemente com essa aquisição. O PSB tem tido outras aquisições importantes. No Rio de Janeiro, provavelmente, o Marcelo Freixo, também vai se filiar ao PSB e talvez a Manuela D'ávila, no Rio Grande do Sul. Tem todo um debate, e dentro disso surge o debate da fusão e eu percebo que o PCdoB está muito interessado na fusão, porque o PCdoB enfrenta nacionalmente o problema da cláusula de barreira, mas no PSB esse debate ainda não foi colocado", afirmou.

Bira disse que aposta no consenso no grupo do governador Flávio Dino na escolha de um único nome para a disputa no Maranhão.

"Meu posicionamento aqui é impessoal enquanto parlamentar. Eu aposto no consenso e tenho certeza que o governador vai liderar esse processo, ele tem feito isso e eu tenho muita confiança que ele vai conseguir esse consenso. Se ele não conseguir, aí eu vou me posicionar. Por enquanto eu não entrar nessa divisão que está havendo, porque eu acho muita precipitação inclusive, acho muito cedo. Não tem necessidade nenhuma da gente tomar posição agora", disse Bira.

Embora reconheça a necessidade de uma terceira via a nível nacional para a disputa entre Bolsonaro e Lula, o deputado Bira do Pindaré entende que a disputa será mesmo entre os dois.

"O problema é que eu não vejo essa terceira via. Ninguém diz um nome. Não vejo qual é o caminho. Eu acho que a gente só vai, talvez, postergar. Porque a eleição está polarizada desde já com dois nomes fortes, presidente Bolsonaro e o ex-presidente Lula. É muito difícil sair dessa polaridade. Eu, particularmente, acho que nós temos que fazer tudo que a gente puder para derrotar o governo que tá aí. Eu acho que esse governo é prejudicial para o Brasil. Acho que se tiver uma terceira via, é bom. E acho que os caminhos todos convergem para que num segundo turno essa terceira via, inclusive, apoie o Lula. O que nós vamos ter em disputa ano que vem é o seguinte: Quem é maior? o anti-bolsonarismo ou o anti-petismo? Então, quem vai vencer aqui é quem tiver a menor rejeição e eu tenho a impressão de que nesse momento o anti-petismo é menor do que o anti-bolsonarismo. Tá aí a pesquisa mostrando. Agora mesmo, antes de ontem, saiu mais uma, que mostrou que ele tá com uma reprovação de 59% da população brasileira", finalizou Bira.

Ouça a entrevista completa.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.