Ponto Final

Weverton diz que "foco principal é imunizar a população"

O senador reconhece que a CPI da Covid-19 é importante para saber quem está sendo omisso com a pandemia, mas reforça a necessidade de vacinação.
Rádio Mirante AM14/04/2021 às 08h46

Na manhã desta quarta-feira (14), o senador Weverton Rocha (PDT), em entrevista ao radialista Jorge Aragão, no programa Ponto Final, na rádio Mirante AM, destacou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que busca investigar o uso da verbas destinadas aos estados para enfrentamento da covid-19. O parlamentar também esclareceu sobre as informações divulgadas de que ele seria pré-candidato ao governo do estado do Maranhão.

Weverton diz que reconhece a importância da CPI e reforça a necessidade de fiscalizar, afinal esse é o papel do legislativo, mas reforça que nesse momento, a imunização de toda a população deve ser a prioridade do país.

"Primeiro nós temos que lembrar o papel e o direito que o parlamento tem de investigar. O Governo não tem que opinar se é certo ou errado, se é a favor ou contra. Parlamento tem o direito de ter a sua comissão, de ter os seus mecanismos próprios de investigação para melhor esclarecer as decisões, as deliberações que o legislativo toma, porque é o papel dele a fiscalização. Lembremos que o texto principal que pediu a instalação dessa CPI foi o texto lá do Amazonas, aquela crise deixou todos estarrecidos, tristes e ao mesmo tempo nervosos porque aquilo ali, além de ter sido um massacre, iria ser reproduzido no Brasil. Como é que isso iria acontecer? de quem foi aquela omissão? E aí a gente sabe que muitas vidas não foram poupadas justamente pela omissão naquele estado. Como sou um dos membros que assinou o pedido da CPI naquele momento, quando saiu a decisão na semana passada, eu também fui um dos que teve muita cautela, primeiro que não é hora de comemorar, não sou da política de quanto pior melhor. O foco principal não é achar culpado, o foco principal é imunizar a população", disse.

Sobre a possibilidade de ser pré-candidato ao governo do Maranhão, Weverton esclareceu que nunca anunciou sua pré-candidatura, mas destaca que ter seu nome cogitado para concorrer ao executivo estadual aumenta sua responsabilidade.

"Eu nunca falei que sou pré-candidato a governador do Maranhão. O que tem, é óbvio, o que todos já acompanham. Mas claro que os grupos de partidos, de líderes, de membros e se você for ver, todos são membros da bancada federal que convivem comigo no dia-a-dia do trabalho, eles todos. Se tem essa opção de ter e falado pelo próprio governador Flávio Dino, que tem dois nomes colocados na mesa, então obviamente quando eles colocam nosso nome para opção deles, isso aumenta ainda mais nossa responsabilidade de levar a sério esse pensamento que no momento propício nós iremos tratar. Eu mesmo estou tratando agora, pontualmente de enfrentamento, de ações de enfrentamento à covid", esclareceu.

Ouça a entrevista completa.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.