Abrindo o Verbo

Octávio Soeiro analisa atuação como primeiro-secretário da Câmara

O parlamentar também falou sobre relação com parlamentares e conversou com ouvintes
Rádio Mirante AM23/02/2021 às 17h44

Transparência, atuação parlamentar e aprovação de projetos: estas foram as pautas debatidas entre o radialista Geraldo Castro e o vereador Octávio Soeiro (Podemos), em entrevista realizada na tarde desta terça-feira (23), no programa Abrindo o Verbo, da Rádio Mirante AM. O parlamentar compõe a Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís como primeiro-secretário e está em seu primeiro mandato como vereador.

O parlamentar considera como positiva a sua atuação à frente da primeira-secretaria da Câmara nos últimos dois meses. Para Octávio, a responsabilidade do cargo é grande e importante e que o diálogo entre os vereadores e a Mesa Diretora é imprescindível para o equilíbrio parlamentar e o andamento de propostas na casa. "São 31 cabeças diferentes, pensamentos diferentes e ideologias políticas e partidárias diferentes. Tenho certeza que o entendimento e a sintonia são fundamentais para buscar soluções dos anseios que a cidade tem", disse.

Octávio também falou sobre a aprovação do projeto de lei encaminhado pela Prefeitura de São Luís que cria um auxílio emergencial municipal voltado a artistas e agremiações carnavalescas cuja renda foi afetada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Para ele, ao aprovar o texto da proposta na íntegra, a Câmara enviou uma mensagem positiva aos trabalhadores da área cultural. "Não é solucionar os problemas, até porque ninguém vai conseguir suprir o tamanho do prejuízo de não ter o carnaval para as pessoas que fazem cultura. Tenho certeza que irá amenizar e muito, diminuindo as consequências causadas por essa pandemia", pontuou. O valor do benefício varia de R$ 1 mil à R$ 10 mil.

O parlamentar aproveitou a oportunidade para dialogar com os ouvintes do programa. Perguntado sobre transparência de dados relacionados à recursos e salários, Octávio foi direto ao dizer que quem chega a um cargo eletivo deve ter o mínimo de transparência e respeito com a população. "Sou servidor público municipal, legitimado pela população de São Luís, que paga diretamente o nosso salário. Tenho um mandato de quatro anos e a minha função e profissão é ser cirurgião-dentista. O cargo de vereador é um cargo efêmero e passageiro e somos testados de quatro em quatro anos nas urnas. Falo com tranquilidade, quem quiser confirmar meu posicionamento, pode ir ao Portal da Transparência da Câmara", falou.

Octávio também comentou a sugestão de um ouvinte que solicitou maior atenção aos postos de saúde instalados em comunidades da capital maranhense. "Já coloco aqui, em público, um requerimento para pedir ao executivo que busque e transforme o posto de saúde do bairro do São Raimundo para Unidade Mista", afirmou o vereador.

Ouça a entrevista:

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.