Mirante Esporte

Sérgio Frota afirma que o objetivo era permanecer na série B

O presidente do Sampaio Corrêa destacou que os objetivos do clube na temporada 2020 foram cumpridos
Rádio Mirante AM12/01/2021 às 14h23

Na tarde desta terça-feira (12) o Presidente de Sampaio Corrêa, Sérgio Frota, foi entrevista no programa Mirante Esporte da rádio Mirante AM.

O presidente começou destacando a situação financeira do clube que impossibilitou sua ida à Ribeirão Preto-SP para acompanhar o time na partida desta terça-feira contra o Botafogo-SP, mas que apesar das dificuldades o clube está com a folha de pagamento em situação regular.

"A situação financeira dos clubes da série B hoje é complicadíssima. Nós tínhamos ontem sete clubes com salário atrasado e o Sampaio é um dos 13 que está com o salário em dias", disse.

Sérgio lembra que o time saiu de uma situação, começando a série B com uma sequência de jogos negativos, ocupando a lanterna da competição, para depois deslanchar chegando a ocupar a segunda colocação. Enquanto no campeonato maranhense, o time conseguiu o título estadual assegurando vagas na Copa do Nordeste e Copa do Brasil.

"Quando veio a pandemia o Sampaio estava em segundo lugar, nós tivemos jogo com o Moto, perdemos de 1 a 0 e na diretoria do Sampaio nós fizemos uma reunião com uma preocupação muito grande se nós teríamos copa do nordeste. E eu prometi ali que seríamos campeão maranhense e que nós permaneceríamos na série B e isso foi cumprido. Mas vamos lá. Começamos a série B, um time dentro de um planejamento orçamentário/financeiro, o Condé chegou e aí houve muita confusão e ele perguntou qual o objetivo e eu disse que o objetivo é ser campeão maranhense e permanecer na série B e fomos campeão maranhense, começamos mal a série B, tivemos problema de covid, fizemos uma recuperação excepcional, saímos da lanterna para o segundo lugar", explicou.

Frota reforça que desde a última vitória do Sampaio na série B, contra a equipe do CRB por 3 a 0, o time sofreu baixas importantes no elenco. Sete jogadores ficaram impossibilitados de jogar, sendo que pelo menos cinco faziam parte do time titular. O presidente afirma que isso foi um fator determinante para a queda de rendimento da equipe.

"A última vitória nossa foi contra o CRB por 3 a 0. E a partir daquele jogo nós perdemos sete jogadores, dos quais cinco eram titulares. Se eu fosse treinador eu teria mexido no time, mas ele (Condé) é o treinador", acrescentou.

Nas últimas horas, a notícia que mais repercutiu foi a saída do artilheiro do Sampaio, Caio Dantas. O presidente Sérgio Frota disse que segurou o jogador até onde podia.

"Caio Dantas eu vou dizer um negócio aqui para a gente encerrar a conversa. O Sampaio poderia ter colocado um milhão e meio no caixa se eu tivesse negociado ele há um mês atrás e mais quinhentos mil com o Marlon que o Coritiba queria, mas sabe o que ia acontecer? Falariam que o ladrão vendeu jogador. Eu queria era subir".

Ouça a entrevista completa.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.