Ponto Final

Bancos não estão respeitando lei dos consignados diz Adriano

Em entrevista ao Ponto Final o deputado estadual afirmou que os bancos não estão acima das leis
Rádio Mirante AM30/07/2020 às 09h52

Na manhã desta quinta-feira (30), o entrevista do programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM foi o deputado estadual Adriano Sarney (PV), que é um dos autores da lei do empréstimo consignado. Projeto que teve a participação dos parlamentares estaduais Helena Duailibe e César Pires. Na oportunidade, Adriano explicou o propósito da lei e disse que os bancos não estão respeitando.

"Nós fizemos essa lei, do empréstimo consignado, que adia por 90 dias o pagamento as parcelas dos empréstimos consignados, foi aprovada pela Assembleia Legislativa e muitos desses bancos não estão respeitando esta lei. Não se sabe o por quê, mas nós todos sabemos que os bancos não estão acima das leis estaduais", explicou Adriano.

O parlamentar acrescenta que já acionou o Ministério Público e o Procon, pois além dos bancos não estarem cumprindo o que a lei determina, eles estão negativando os nomes daqueles que não estão pagando as parcelas.

"Nós entramos em contato com o Ministério Público e com o Procon, fazendo a denúncia de que alguns bancos como por exemplo o Bradesco, e o Santander, apenas esses exemplos, mas outros bancos também estão desrespeitando. Que ao invés de não fazer os descontos, eles ainda fazem a negativação dos nomes das pessoas que não estão fazendo os repasses dos empréstimos consignados, o que ocorre em uma ilegalidade, em uma imoralidade, em uma falta de respeito em relação às leis estaduais. O Ministério Público foi motivado através de uma solicitação que eu fiz, oficial, e que já está tomando as ações cabíveis", acrescentou.

Adriano reforçou que os bancos não estão acima da lei e que vai fazer com que eles respeitem o que a lei determina.

"A promotoria já entrou em contato com os bancos, já solicitou informações dos bancos e vamos fazer, de fato, com que os bancos respeitem a lei estadual, respeitem a população, respeitem os trabalhadores da iniciativa privada, dos servidores do município, dos servidores do estado e que se faça cumprir a lei. Bancos que são bilionários não estão acima da lei", concluiu.

Ouça a entrevista completa.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.