Entrevista

Adriano Sarney (PV) lamenta nota de Yglésio Moisés

Na manhã desta sexta-feira, o deputado estadual Adriano Sarney concedeu entrevista a Jorge Aragão na Rádio Mirante AM.
Rádio Mirante AM19/06/2020 às 13h37

O deputado estadual Adriano Sarney se manifestou contra a nota de repúdio publicada pelo deputado Yglésio Moisés em relação ao caso da prisão de Ayrton Pestana. De acordo com Adriano Sarney, o nota foi lamentável e individual, portanto não representa a Comissão dos Direitos Humanos, que Yglésio é presidente.

"Em relação a esta nota, eu li a nota hoje de manhã e vi que era uma nota individual do deputado Yglésio, não constou a assinatura dos outros deputados da Comissão de Direitos Humanos, então acredito que foi uma nota do deputado e não da Comissão de Direitos Humanos. Eu,claro me solidarizo muito com a família do Ayrton, o que aconteceu foi lamentável, mas nós não podemos utilizar este tipo de coisa politicamente. Eu respeito muito o Dr. Yglésio, deputado, mas eu acho que não se pode fazer política em cima de um cadáver ".

Adriano Sarney na oportunidade disse que o dano ao Ayrton foi irreparável, mesmo que ele entre na justiça e receba algum valor fincaneiro, o dano já foi feito e disse que está a disposição para ajudar.

Na entrevista, Adriano Sarney também falou sobre a promulgação do projeto de lei que suspende o pagamento dos empréstismos consignados por servidores públicos e do setor privado durante a pandemia do novo coronavírus. Ele falou do feedback que têm recebido.

"Muitos estão contentes por ter o seu salário neste momento complicado, sendo depositado de forma integral nas suas contas bancárias, então isso tem ajudado muito a família do trabalhador, mas também tem ajudado todos aquele ao seu redor. Nós sabemos que têm irmãos, tem parentes, tem filhos que nem todos tem emprego no momento desse complicado".

Ouça a entrevista completa.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.