Ponto Final

Edilázio Jr. cobra devolução de recursos do governo do MA

O deputado federal afirma que o governo do estado utilizou esse recurso para realizar compras fraudulentas de respiradores.
Rádio Mirante AM 10/06/2020 às 09h42

Na manhã desta quarta-feira (10), no programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM, o deputado federal Edilázio Júnior (PSD-MA), explicou a ação de sua autoria movida contra o governo do Maranhão, solicitando que a devolução de de aproximadamente R$ 5 milhões que teriam sido usados de forma ilegal para realizar a compra fraudulenta de respiradores.

"Na verdade eu já dei entrada pedindo a devolução de quase R$ 5 milhões que foram pagos adiantados e com o vício também, porque foi baixada uma MP, medida provisória, que autoriza nesse momento de pandemia pagar antecipadamente por um produto, só que essa medida provisória foi baixada no mês de maio, e essa compra e pagamento antecipado foi feito no comecinho de abril, ou seja, foi feito de forma errônea e ai o governador pode cair em uma ação de improbidade, que a gente espera e aguarda o Ministério Público", disse.

Edilázio diz que está fazendo o seu papel de cidadão ao cobrar a devolução desse dinheiro. O deputado também cobra uma manifestação mais efetiva do Ministério Público.

"A gente tá fazendo um papel, eu tô enquanto cidadão, cobrando a devolução desses quase R$ 5 milhões no momento de escassez absoluta de recursos no nosso estado e no momento de escassez absoluta de respiradores no nosso sistema de saúde, e o governador junto com essa turma toda que formou-se nesse consórcio, a primeira compra que faz é uma compra fraudulenta, onde já teve prisões dos donos da empresa, prisão também de secretários lá na Bahia e a gente aguarda aqui também a manifestação do Ministério Público, que cobre efetivamente a devolução desses recursos e que também sejam processados. A gente tá vendo há bastante tempo essa omissão do Ministério Público", acrescentou.

Ouça a entrevista completa.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.