Abrindo o Verbo

Yglésio mostra um novo jeito de fazer política

Deputado eleito foi entrevistado por Jorge Aragão no Abrindo o Verbo
Rádio Mirante AM19/11/2018 às 17h00

O deputado eleito Yglésio Moisés (PDT) foi o entrevistado desta segunda-feira (19), no Abrindo o Verbo, com Jorge Aragão, na Rádio Mirante AM. Eleito com com 39.804 votos, Yglésio destacou o sonho de chegar à Assembleia Legislativa e do desafio de disputar uma eleição pelo PDT e conseguir garantir a eleição.

“A gente tem a dimensão do tamanho do sonho da gente e a gente precisava buscar esse sonho no partido que tivesse o tamanho desse sonho e a gente foi buscar esse desafio exatamente no PDT. A partir de agora a gente tem que ter uma relação com o eleitor diferente. As redes sociais são obrigatórias e o contato permanente com o eleitor por meio dessas ferramentas também. Hoje a grande reclamação, a grande queixa que as pessoas tem dos políticos é a omissão”.

O deputado eleito para o primeiro mandato falou sobre a sua receptividade em todo o Maranhão e garantiu que fará um mandato ouvindo e servido à população.

“A nossa receptividade de início foi muito boa. Também foi importante para mim o fato de não ter mandato. Por exemplo, a Lava Jato e essas questões todas desgastaram muito alguns candidatos e isso ajudou muito aqueles que não tinham mandato. Vamos trabalhar muito para ter uma avaliação positiva e ao final de 4 anos quem sabe possamos ter a aprovação da população. Vamos estar em contato com as pessoas, ouvindo, servido, debatendo os temas e contribuindo para melhorar os indicadores do Maranhão que ainda são os piores possíveis”, disse.

Médico e professor universitário, Yglésio adiantou que a defesa da saúde terá a sua atenção especial no Legislativo.

“A gente tem esperança de ainda ver as coisas boas chegar às pessoas, principalmente àquelas que mais precisam. A gente tenta entrar na ação política para buscar os mecanismos que possam ajudar a melhorar o serviço oferecidos à pessoas. Se você fizer qualquer pesquisa hoje às pessoas vão apontar a saúde como prioridade para pelo menos 85% das pessoas. Nós podemos fazer um bom trabalho sim, mexendo com essa questão das filas para consultas, dos hospitais filantrópicos. A gente precisa ter um olhar carinhoso, corajoso e principalmente técnico para a situação desses hospitais”.

Yglésio disse ser válida a discussão sobre as emendas impositivas, mas disse que é necessário discutir a melhor aplicação dos recursos oriundo das emendas parlamentares.

“A emendas impositiva foi aprovada a nível federal, porém a eficácia da lei, a emenda ser paga, ela não aconteceu. A questão da emenda impositiva no papel é muito válida até porque ela desvincula o Legislativo do Executivo para pagamento das emendas. A discussão é válida, mas é necessário saber a melhor forma de aplicar. Por exemplo, você pode direcionar uma emenda para o Carnaval numa cidade, quando em outra a saúde precisa desses mais desses recursos para os hospitais. eu, por exemplo vou direcionar a grande maioria das minhas emendas para a Saúde”.

Sobre uma eventual disputa para a Prefeitura de São Luís em 2020, o deputado eleito afirmou que isso deve ser consequência do trabalho no Legislativo.

“Eu considero o Executivo uma consequência de quem está entrando no Legislativo agora, mas isso só vai acontecer com trabalho e dedicação à cidade. Isso tem que ser consequência de um grande trabalho e não finalidade do nosso mandato”, finalizou.

Ouça a entrevista na íntegra.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.