Abrindo o Verbo

Helena Duailibe diz que saúde será prioridade

Deputada eleita foi entrevistada no Abrindo O Verbo, por Jorge Aragão, na Rádio Mirante AM
Rádio Mirante AM16/11/2018 às 16h22

A deputada estadual eleita Helena Duailibe (Solidariedade) com 31.147 votos foi entrevistada do Abrindo o Verbo, com Jorge Aragão, na Rádio Mirante AM. Ela se disse surpresa pelo fato de ter sido votada em 192 dos 217 municípios maranhenses.

"Me surpreendeu. Eu no máximo fui em 30 municípios. Foi um trabalho muito bom e foram pessoas que foram votar voluntariamente e isso aumenta a minha responsabilidade e o meu compromisso com a população maranhense. Nas minhas viagens, as pessoas reclamaram que os políticos só aparecem de quatro em quatro anos e eu vou fazer diferente. Cheguei na Assembleia do jeito que todos gostam, sem comprometimento para defender as pessoas e a Saúde".

Helena Duailibe disse que terá atuação política em todas as áreas, mas elegeu a saúde como uma de suas prioridades. "Eu estarei na Assembleia defendendo todos os projetos que valorizem a família. Eu estarei em defesa da saúde. Eu sei que terei obrigação de servir em outras áreas, mas é na saúde que eu posso ajudar mais. Eu já falei para o presidente Othelino Neto que tenho interesse em ser presidente da Comissão de Saúde, pois eu já fui secretária de Saúde no Estado e no município e eu sei como as coisas funcionam. Eu quero estar lá sendo uma pessoa que está lá para somar. Eu não quero apenas ficar visitando hospitais em caso de caos. Eu quero propor e sugerir ações para que as coisas funcionem realmente nos hospitais".

A deputada eleita destacou a importância da mulher na política. "Eu acho que a mulher tem mais sensibilidade. Não é que o homem seja frio, mas é que a mulher até por uma questão da maternidade consegue ter um olhar mais fraterno. Eu acho que o grande problema das pessoas é a humanização do atendimento, então a mulher faz isso com mais diferença. A mulher consegue fazer as tarefas profissionais e ainda chega em casa ela consegue administar as coisas".

Helena Duailibe disse que se sente apta a uma eventual disputa para a Prefeitura de São Luís, mas somente colocará o seu nome caso seja convocada pelo seu partido e pela população."Eu já fui vice-prefeita e vereadora de São Luís e ainda secretária de Saúde no Estado e no município. Eu tenho a experiência e poucas pessoas tem a experiência que eu tenho. Nós precisamos conversar agora, então se o partido tiver um partido para a Prefeitura de São Luís e quiser colocar o meu nome e se as pessoas acharem que eu tenho condições eu estou disposta sempre a servir. Eu não entro em aventura, mas tiver viabilidade e se for da vontade de Deus, eu estou preparada".

Helena comentou sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro sobre os cubanos no Mais Médicos e disse não acreditar que o Ministério da Saúde venha a desmontar o programa.

"Nós temos agora que ter a responsabilidade de saber que o presidente eleito chama-se Jair Bolsonaro e nós temos que nos unir para buscar soluções para o problema da saúde pública. Em 2013, muita gente ficou com medo do que poderia acontecer e que não existiriam vagas para os médicos brasileiros e nada disso aconteceu. Nós precisamos valorizar os nossos profissionais da saúde. Eles não tem um plano de cargos e salários e com isso eles não aceitam trabalhar em lugares longínquos sem nenhuma estabilidade. Eu não acredito em nenhum corte radical. O Ministério da Saúde não vai desmontar um sistema desse. Nós temos dificuldade nos municípios pequenos e com maior pobreza. Saúde tem que sair de qualquer palanque. Saúde não tem bandeira, não tem partido", finalizou.

Ouça a entrevista na íntegra.

Leia outras notícias em miranteam.com. Siga, também, a Mirante AM no Twitter e curta nossa página no Facebook. Fale conosco por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99142-5060.

© 2019 - Todos os direitos reservados.