Tragédia

Tio mata sobrinha de nove anos e em seguida é morto por familiar na zona rural de Matões

De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito, identificado como Raimundo Nonato da Silva, de 40 anos, teria surtado e corrido atrás da criança antes de matá-la.
Imirante.com19/07/2021 às 12h52
Tio mata sobrinha de nove anos e em seguida é morto por familiar na zona rural de MatõesMatões fica a 478 km de São Luís. (Arte: Imirante.com)

MATÕES – Uma criança de nove anos de idade foi morta a golpes de faca, na manhã desse domingo (18), no povoado Buriti Frio, zona rural do município de Matões, que fica a 478 km de São Luís. O suspeito de ser o autor do crime, identificado como Raimundo Nonato da Silva, de 40 anos, era tio da vítima e foi morto após o crime.

De acordo com o delegado Reno Cavalcante, da Delegacia Regional de Matões, por volta das 8h30, desse domingo, a Polícia Militar do Maranhão (PMMA) recebeu informação do registro de duas mortes no povoado Buriti Frio. Ao chegarem no local, os militares se depararam com os corpos de Arieli da Silva, de nove anos, e de Raimundo Nonato da Silva, conhecido na localidade como ‘Raimundão’.

Ainda de acordo com o delegado, as informações apuradas pelos militares são as de que Raimundo Nonato teria surtado, corrido atrás da sobrinha e matado a criança com vários golpes de faca. O delegado Reno Cavalcante também informou que ‘Raimundão’ tinha problemas com alcoolismo e era usuário de drogas.

Após ter matado a sobrinha, Raimundo Nonato foi pra cima de outros familiares, inclusive do próprio pai, identificado como Antônio da Conceição, de 77 anos, contra quem tentou deferir um golpe de faca, mas o idoso conseguir se desvencilhar e acertar a cabeça do filho com um golpe de machado. Com a pancada, ‘Raimundão’ não resistiu e morreu imediatamente no local.

O delegado também informou que, após os fatos, Antônio da Conceição fugiu. Em seguida, o Instituto Médico Legal (IML) de Caxias foi acionado ao local e recolheu os corpos que passarão por exames cadavéricos. “A polícia civil vai abrir investigação para traçar realmente o que aconteceu lá no local. É uma tragédia. Tudo indica que esse Raimundo tinha problemas mentais. Nós vamos fazer isso no decorrer do inquérito policial, onde vai ser devidamente esclarecido os fatos”, disse o delegado Rone Cavalcante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.