"Educação é alvo"

Educadora e psicóloga do Maranhão recebe o I Troféu Malala

A comissão do movimento "Educação é alvo" premiou, por meio de uma live, a educadora e psicóloga maranhense Rogener Almeida.
Imirante.com23/06/2020 às 15h47
Educadora e psicóloga do Maranhão recebe o I Troféu Malala"É uma honra receber este prêmio, estou emocionada", reagiu Rogener Almeida. ( Foto: Reprodução)

MARANHÃO - A comissão do movimento “Educação é alvo”, formada por professores, educadores e pesquisadores de Minas Gerais, criou o Troféu Malala, para homenagear mulheres educadoras do Brasil, e a primeira premiação ocorreu na última quarta-feira (17), via live, para a educadora e psicóloga do Maranhão, Rogener Almeida.

O professor e historiador Paulo Henrique de Souza, doutor em Educação e Tecnologia, é um dos criadores do movimento pela educação, e conduziu a live da premiação, marcando o início da série “Mulheres educadoras”.

“Queríamos iniciar a série pelo Norte e Nordeste, pois é uma região de mulheres guerreiras, onde as pessoas constroem a sua existência com muito sentido”, justificou o professor a escolha por São Luís.

Todas as mulheres que participarão da série receberão o prêmio. O design lembra o turbante da ativista paquistanesa Malala Yousafzai, e foi confeccionado por uma Organização Não-Governamental (ONG),formada por mulheres mineiras. O material do troféu, jornal e revista, tem uma razão, conforme explicou o pesquisador: "Vocês impregnaram a existência de várias pessoas e marcaram a história, por isso, o troféu é de jornal e revista".

"É uma honra receber este prêmio, estou emocionada", reagiu Rogener Almeida, que não sabia que seria homenageada e, sim, que participaria apenas de um debate sobre educação.

Durante 30 anos, ela trabalhou como educadora em escola particular de São Luís. Hoje, atua com Psicologia para adolescentes e jovens. “Continuo trabalhando com educação, só que a autoeducação”, disse.

Segundo a psicóloga, o grande desafio das escolas é “provocar o sujeito a se reconhecer na sua grandiosidade, na sua capacidade transformadora. Para isso, ele precisa ser provocado a olhar para a realidade com o sentido de responsabilidade!".

Sobre Malala

Malala Yousafzai é uma ativista paquistanesa, conhecida, principalmente, pela defesa dos direitos humanos das mulheres e do acesso à educação na sua região natal, no nordeste do Paquistão, onde os talibãs locais impedem as jovens de frequentar a escola. Desde então, o ativismo de Malala tornou-se um movimento internacional, sendo considerada, em 2013, uma das 100 pessoas mais influentes do mundo.

No mesmo ano, Malala discursou na sede da Organização das Nações Unidas, pedindo acesso universal à educação. Em 2014, foi nomeada para o World Children's Prize na Suécia.[8], e anunciada a atribuição do Nobel da Paz a Malala, com 17 anos de idade, pela sua luta contra a repressão de crianças e jovens e pelo direito de todas as crianças à educação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.